sexta, 24 de maio de 2024
REGIÃO

Menores são flagrados com faca e soco inglês em escola

20 agosto 2022 - 12h00Por Dourados News

Na manhã desta sexta-feira (19), alunos de uma escola em Sanga Puitã foram flagrados com faca, soco inglês e cigarro eletrônico.

A Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência sobre ameaça com utilização de arma branca (faca). 

No local, em contato com a direção da escola, os policiais foram informados que o fato teve início quando um aluno pediu emprestada uma caneta à sua colega de sala, contudo ela disse que não emprestaria por ele “sempre perder qualquer material que é emprestado a ele”. Diante da negativa da colega, o menor teria retirado uma faca da mochila e mostrado para a colega, que se sentiu intimidada. 

A menor relatou o fato para a professora presente na sala de aula, a qual informou o ocorrido para a direção. Ambos os alunos foram levados à sala da diretoria. Ainda compareceram na sala outros alunos, sendo que um deles portava um “soco inglês” e disse que levou o item para a escola para negociar financeiramente com outro aluno.

Foi constatado ainda que outro aluno estava com um cigarro eletrônico na mochila.  

Diante dos fatos, os policiais acionaram os responsáveis pelos menores e entraram em contato com a equipe do Conselho Tutelar. Em seguida, encaminharam os menores, autor e vítima da ameaça, na companhia de seus responsáveis, até a Segunda Delegacia de Polícia Civil para que fossem adotadas as medidas legais cabíveis.

A Polícia Militar orienta aos pais e/ou responsáveis para que acompanhem de perto seus filhos, para que orientem, conversem e, até mesmo, olhem os materiais escolares para que, desta maneira, todos tenham melhor segurança no ambiente escolar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE

SES abre consulta pública para validação da Linha de Cuidado da Pessoa com Sobrepeso e Obesidade

TEMPO

Segunda-feira tem manhã mais fresca e tarde amena

MS

Semana de Combate ao Assédio e à Discriminação do TJMS inicia na próxima segunda (13)

GERAL

Pesquisadoras falam dos desafios de conciliar maternidade com estudos