Menu
Busca domingo, 16 de maio de 2021

Título Interno

15 agosto 2011 - 10h43Por Fonte: Matéria
Conhecido pelas doações generosas que tem feito para instituições de saúde pública em Mato Grosso do Sul, o empresário e pecuarista Antônio Moraes dos Santos foi notícia nacional ao anunciar, em reportagem da Folha de São Paulo, que pretende construir dois hospitais para tratamento do câncer em MS.

Atualmente a rede pública de MS, apesar dos recursos recebidos do SUS, não dá conta e Mato Grosso do Sul se tornou um dos maiores 'fornecedores' de pacientes para o Hospital de Barretos. Por isso, Antonio Moraes dos Santos anunciou que vai arcar com os custos da construção e aparelhamento de dois centros de diagnósticos de câncer no estado.

Segundo o empresário, as unidades de Campo Grande e de Dourados serão administradas pelo Hospital do Câncer de Barretos e não terão nenhum vínculo com a rede pública de saúde sul-mato-grossense.

Ainda segundo a reportagem, o diretor do Hospital do Câncer de Barretos, disse que as unidades irão atender em torno de 50 mil pacientes por ano de forma gratuita. Cada unidade deve custar cerca de R$ 10 milhões. Ele ainda informou que os aparelhos serão mais precisos do que os que existem nos hospitais de Mato Grosso do Sul.

Políticos despreocupados em MS

Recentemente, o empresário fez uma doação de R$ 2,4 milhões para possibilitar a volta dos transplantes cardíacos na Santa Casa de Campo Grande. Segundo a diretoria da Santa Casa, com o dinheiro doado foi realizada a melhoria na infraestrutura e a esterilização de todo o Centro Cirúrgico do hospital, além da compra de 22 respiradores elétricos e 22 macas, além de outros equipamentos.

Na solenidade de inauguração das obras, na presença de inúmeros políticos que armaram o evento, o pecuarista foi ácido ao comentar o caos na saúde pública sul-mato-grossense: “Os políticos estão preocupados em fazer pontes, estradas e casa, pois assim a população enxerga, mas com a saúde, eles pouco se preocupam”.

Fonte: Midiamax

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Covid-19: país tem 15,5 milhões de casos acumulados e 434,7 mil mortes
TECNOLOGIA
Começa a valer hoje nova política de privacidade do WhatsApp
MEIO AMBIENTE
Polícia Militar Ambiental de Bonito captura seriema com perna quebrada
AGEPEN
Por intermédio da Agepen, primeira certidão de nascimento digital de preso indígena é emitida em MS