Menu
Busca terça, 20 de abril de 2021

Plantio da soja termina com 2,3 mi de hectares cultivados no Estado

Plantio da soja termina com 2,3 mi de hectares cultivados no Estado

18 dezembro 2014 - 09h15Por CG News
Terminou o plantio da soja e em Mato Grosso do Sul 2,3 milhões de hectares receberam a cultura, 5% a mais que no ciclo anterior. A expectativa dos produtores é de colher 6,5 milhões de toneladas do grão na safra 2014/2015, 400 mil toneladas a mais do que na safra passada.



Conforme dados do relatório divulgado pelo Siga (Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio), a previsão para esse ano é de safra recorde, com a produtividade média estimada em 50 sacas por hectare, número superior às safras anteriores quando a lavoura rendeu 47 sacas na mesma área.

“Mesmo diante do clima desfavorável nos meses de setembro e outubro, concluímos o plantio com êxito sem prejuízos para a produtividade. São números em estágio inicial, que podem ser ainda maiores”, ressaltou o presidente da Aprosoja/MS (Associação de Produtores de Soja de MS), Maurício Saito.

Produção - O Estado é o quinto maior produtor de soja do país, com 11 mil propriedades que cultivam a cultura, distribuídas em 64 municípios. Maracaju lidera o grupo dos maiores produtores e nesta safra, destinou 243 mil hectares ao plantio da soja.

Em segundo lugar no ranking de municípios, aparece Ponta Porã, com 175 mil hectares; Sonora, com 160 mil hectares e, na sequência, Dourados e São Gabriel do Oeste, com 146 mil e 111 mil hectares de área plantada, respectivamente.

"A estiagem atrasou o início do plantio, mas não prejudicou muito a produção, apenas adiou um pouco a segunda safra. Agora o que temos que ficar atentos é com a colheita, realizada entre janeiro e março, pois se continuar chovendo pode atrapalhar e causar prejuízos maiores aos produtores", explica o analistas em agricultura da Famasul, Leonardo Carlotto.

Conforme a AgRural Commodities Agrícolas, a região Centro-Oeste esteve à frente do plantio nesta safra, sendo que, devido à estiagem, Mato Grosso do Sul se destacou com ritmo do plantio mais acelerado. O Estado comercializou antecipadamente 20% do grão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Caixa paga seguro-desemprego em conta poupança social digital
PONTA PORÃ
Polícia Militar recupera parte de dinheiro furtado de um mercado
SAÚDE
Novos leitos de UTI são disponibilizados na Capital, em Dourados e Três Lagoas
PONTA PORÃ
Veículo que seguia para Brasília com maconha foi apreendido pelo DOF