Menu
Busca sexta, 18 de junho de 2021

População reclama de atrasos nos shows da Expoagro

População reclama de atrasos nos shows da Expoagro

16 maio 2012 - 08h20
Douradosnews

O site Dourados News, da cidade de Dourados noticiou que os principais shows da Expoagro têm acontecido com atraso o que tem feito o público vaiar, isto demonstrando a indignação da população que prestigia o evento.

A reportagem também percebeu a revolta e insatisfação nos comentários escritos por leitores que foram à Expoagro ou dos que desistiram de participar do evento. Além do atraso dos shows eles reclamam do alto preço cobrado pelos alimentos, da desorganização do evento e do estacionamento.
Confira alguns comentários:

“ALEM DO SHOW COMEÇA SUPER TARDE AINDA TEVE PROPAGANDA ENGANOSA EM TODOS OS PANFLETOS DISTRIBUIDOS NA CIDADE ERA PRA SER R$ 20 REAIS A ENTRADA INTEIRA E R$ 10 REAIS PARA ESTUDANTE.. CHEGANDO LA ERA R$ 30 REAIS A INTEIRA E R$15 MEIA ISSO É UMA VERGONHA... ENGANANDO A POPULAÇÃO...” (TATIANE)

“esses organizadores acham só vai playboys nos shows ,acham que ninguém trabalha no dia seguinte e todo ano é a mesma coisa é um evento muito mal organizado ,temos que vaiar sim e se for começar tarde de novo o próximo show temos é que fazer uma verdadeira quebradeira pra eles aprenderem a respeitar as pessoas que pagam os seus ingressos......................” (Rogério)

“da próxima, façam como eu fiquem em casa dormindo e evita tomar chuva,pegar gripe ,gastar com remédios, ficar em pé feito bobo pra ver o que vc ve na televisão de graça. e sem correr risco de uma briga de arranharem seu carro porque o estacionamento é outra robalheira. enfim protestem....” Ovidio Caju

“Essa expoagro esta uma desorganização total!!O estacionamento só tinha uma saida,o pessoal sem educação saia por ultimo dos Show e queriam ser os 1° a sair do estacionamento!!As pessoas não conseguiam controlar os carros!!Pra acabar,esse pessoal só pensa em arrecadar dinheiro?Cadê a organização gente??” (Carlos Espessato)

“OS SHOWS DA EXPO SÃO PARA ARRECADAR DINHEIRO, MAS ORGANIZAÇÃO NÃO EXISTE, FALTA DE RESPEITO COM O PUBLICO, POUCA VERGONHA TANTA LAMA NAQUELE LOCAL, ESTACIONAMENTOS NEM SE FALA . ESSES ORGANIZADORES DEVERIAM FAZER UM TREINAMENTO COM PESSOAL DE CASCAVEL PR.” (SILVA)

“Pagar R$ 15,00 pra estacionar no milharal. Pagar R$ 20.00 pra lavar o carro. R$ 3,00 na agua, R$ 5,00 na latinha de cerveja (parece zon.....) Deixar de molho roupa devido ao barro. Calçado então nem se fala. Levar 1:00hs pra sair do estacionamento, e poucos para organizar a saida (já receberam, agora fod.....), ver uma cantora trocando de roupa de 15:00 em 15:00 minutos, e 12 musicas.

PROCON, cade vcs, ou tem cachorro grande por traz?????

e ai???????? (DOURADESSE INDIGNADO)

“QUE VERGONHA PARA DOURADOS ESPERAMOS A FESTA O ANO INTERIRO PARA ACONTECER ISSO, QUE VERGONHA EM ORGANIZADORES........?” (MARCOS)

“acho um descaso total destes organizadores kd teloes pra ver os artistas? com tanta gente nao e todos que podiam ficar perto do palco gente essa tal de exposiçao e uma robalheira so uma agua mineral a R$ 3.00 e um absurdo nao dos que vendem pois eles tem que ganhar pra pagar o espaço qye usam e pelo que se percebe e o olho de cada uma que enntra la, fui nao gostei pois nao deu pra ver nem de longe a paula fernades que cada 15 minutos parava pra trocar de roupa tomara que os organizadores colocam um telão pelo menos as crianças verem no telão os outros artistas .que ainda vao se apresentar” (Maria)

“Eu particularmente, senti a demora somente no Show da sexta-feira (Devido a forte chuva) e no Sábado com o Victor e Matheus, que cá entre nós, em um show para acontecer no sábado , onde todo mundo vai, toca esses caras, que são muito ruins e nem tocaram as musicas do repertorio deles e sim musica dos outros, é pra acabar mesmo em, acorda Siindicato Rural e JPL3.” (Junior Morales)
(3) Comentários


Houve um tempo, em Dourados, que a Exposição era mesmo um divertimento. Hoje mudou tudo, virou exploração, no sentido mais vil da palavra. Cobra-se caro por tudo, inventa-se serviço de mentira (estacionamento) que pra mim é coisa que a municipalidade devia fazer de graça - pois você já vai ser 'depenado' lá dentro - espera-se horas e horas de pé no barro, para um show em que você assistirá não raro debaixo da chuva, pra dizer simplesmente que foi, para os amigos. Sinceramente?

Faz 5 anos que não vou à exposição na cidade de Dourados. E me sinto muito bem com isso.





Tem que haver uma regulamentação municipal pelo menos. Se não aprende por educação e respeito então que algum vereador(a) que queira defender a cidadania, respeito para com a população douradense, faça um projeto de lei e apresenta na Câmara para votação, estipulando um horário limite para início de shows e eventos públicos no município.

Se é para começar 22h, tem que começar no horário (um tolerância de no máximo 30 min até se compreende mais do que isso é problema de organização). Acredito que isso seria impossível de um vereador "comprar esta briga". Vai no cinema uma hora depois do horário previsto para começar o que vai acontecer, estará terminando o filme.


José Santos em 15 de maio de 2012 - terça às 13:44


Eu e meu namorado nao fomos e nem iremos este ano, justamente por causa da demora do início dos shows, me sentia uma palhaça, pq todos que eu fui, nunca começou em horário estipulado, aliás deveria ser feito alguma coisa, pq todos que lá vão e tem compromisso no outro dia, nem ve todo o show por causa da demora...uma certa pessoa me disse que isso acontece, pq os produtos que lá estão sendo comercializado, devem ser vendidos, tudo ou quase tudo, por isso sempre demora........se isso é verdade.......É UMA TREMENDA SACANAGEM COM O PÚBLICO, QUE LÁ VÃO SEM A INTENÇÃO DE BEBER!!!!!!!!!!


Rosana Santos em 15 de maio de 2012 - terça às 12:51

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO
Neno Razuk solicita construção de um Pronto-Socorro no Hospital Regional de Ponta Porã
DIREITOS HUMANOS
Número de crianças vítimas de acidente de trabalho cresceu 30% em 2020
PGE
PGE publica resolução que padroniza compra e venda de imóvel
SAÚDE
Transmissão de doenças respiratórias está elevada em quase todo o país