Menu
Busca domingo, 28 de novembro de 2021

Sai primeira condenação de envolvidos na morte de Valdemir

15 setembro 2011 - 13h50
Sai primeira condenação de envolvidos na morte de Valdemir

Agazetanews

Saiu essa semana a primeira condenação do caso do latrocínio (roubo seguido de morte) que teve como vítima o professor universitário e funcionário do DETRAN/MS em Amambai, Valdemir Alves da Silva, de 37 anos, em Amambai.

Valdemir foi assassinado com 17 facadas no dia 15 de junho dentro de sua residência, situada na região da Vila Pimentel e teve sua moto roubada e vendida no Paraguai.

Através de trabalho de investigação a Polícia Civil de Amambai acabou desvendando o crime, identificado dois autores diretos, que participaram da execução da vítima, um adolescente de 15 anos e Adriano Fernandes Nogueira, o “Pingüim”, de 18 anos, e outro individuo que teria ajudado a levar a moto de Valdemir para o Paraguai, Michael Jhonatan Assunção. Todos foram presos.

Menor foi condenado

Mediante representação do Ministério Público Estadual, formulada pelo Promotor de Justiça, Dr. Etéocles Mendonça Dias Junior, da 1ª Promotoria e acompanhada pelo Promotor da Infância e da Juventude, Dr. Ricardo Rotunno, o juiz titular da Vara da Infância e da Juventude da Comarca de Amambai, Dr. Thiago Nagasawa Tanaka determinou a internação por tempo indeterminado do adolescente em uma unidade de recuperação de menores infratores.

Se permanecer a sentença, já que ainda cabe recurso junto ao Tribunal de Justiça do Estado, em Mato Grosso do Sul, o adolescente terá que permanecer internado por pelo menos 3 anos.

Quando completar a maioridade ele terá que ser solto e seus antecedentes criminais extintos, de acordo com o que determina a legislação brasileira.

Os dois maiores envolvidos no crime, Pingüim e Jhonatan, permanecem presos no Estabelecimento Penal de Amambai (EPAM) a espera do julgamento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
Educação financeira é estimulada no projeto "Essências" na EE Jorge Amado
SAÚDE
Pesquisa busca voluntários para testar tratamento para câncer de pênis
ESTADO
Agepen conclui formação de alunos das áreas de Administração, Finanças, Assistência e Perícia
SAÚDE
Covid-19: o que se sabe até agora da variante Ômicron