Menu
Busca quinta, 18 de outubro de 2018
(67) 9.9973-5413
TECNOLOGIA

Banco inicia serviço de transações financeiras por WhatsApp

11 outubro 2018 - 08h30Por Agência Brasil

Clientes do Banco do Brasil (BB) agora podem fazer transações financeiras por meio do WhatsApp. Ao todo, 11 tipos de serviços podem ser realizados pelo aplicativo de mensagens. O banco está liberando a novidade para cerca de 500 mil clientes a cada semana, mas a ferramenta estará disponível a todos os correntistas nas próximas semanas.

De acordo com o BB, as seguintes transações estão disponíveis por meio do WhatsApp: transferências, consulta do código Iban (que indica o número de conta internacional), recarga de celular, liberação de cartão, saldo de conta-corrente, extrato de conta-corrente, saldo de poupança, extrato de poupança, extrato de fundos de investimento, rastreio de cartão e emissão de fatura de cartão.

Desde junho, o banco oferece consultas pelo WhatsAp e pelo Twitter. Agora, a ferramenta foi expandida para transações financeiras. Todas as operações são executadas por meio de um sistema de inteligência artificial. Segundo o Banco do Brasil, as transações são seguras porque são criptografadas de ponta a ponta.

Para acessar o Banco do Brasil no WhatsApp, é necessário apenas salvar o telefone (61) 4004-0001 no celular e iniciar uma conversa. No caso de consultas, o banco envia um código de confirmação por meio de notificações push ou por SMS. Para as demais transações, o cliente também deverá digitar a senha, antes de receber uma resposta em texto confirmando a transação. Se houver necessidade de atendimento humano, o cliente será encaminhado a um funcionário do banco.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÁFICO
Dupla é presa com mais de 2 toneladas de maconha escondidas em caminhão
EDUCAÇÃO
Seguem abertas inscrições para Vestibular 2019 e Passe UFMS
PEDRO JUAN
Suspeita de envolvimento em roubo a vereador douradense é executada na fronteira
ELEIÇÕES 2018
Mesários poderão registrar eventual falha ou fraude de urna em aplicativo para investigação