Menu
Busca domingo, 26 de janeiro de 2020
RECUO

Bolsonaro veta distribuição de 100% do lucro do FGTS aos trabalhadores

13 dezembro 2019 - 11h30Por G 1

O presidente Jair Bolsonaro vetou nesta quinta-feira, dia 12 de dezembro, a distribuição de 100% do lucro do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) aos trabalhadores. A decisão foi publicada no "Diário Oficial da União".

Com a decisão do presidente, volta a valer a regra anterior, que prevê a divisão de 50% do lucro obtido pelo fundo.

A distribuição integral do lucro foi anunciada pelo próprio governo em julho, quando Bolsonaro editou a medida provisória que permitiu saques de contas ativas e inativas do FGTS. A lei sobre o tema foi sancionada nesta quinta.

Justificativa para o veto

Conforme a justificativa publicada por Bolsonaro no "Diário Oficial", a divisão de 100% do lucro do FGTS favoreceria "as camadas sociais de maior poder aquisitivo, que são as que possuem maior volume de depósitos e saldos na conta do FGTS".

À época do anúncio, o diretor do Departamento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, Igor Vilas Boas de Freitas, informou que a mudança na distribuição dos resultados tornaria o fundo mais rentável que a poupança e que era "uma medida muito importante" de reformulação do FGTS.

Como medidas provisórias têm vigência imediata, e a MP 889 foi editada em julho, o lucro referente a 2018 seguiu a regra de distribuição total do resultado. Em agosto, R$ 12,2 bilhões foram depositados nas contas ativas e inativas que tinham saldo positivo em 31 de dezembro de 2018.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DESCASO
Jovem é autuada por maus-tratos por deixar cachorro 'extremamente debilitado', ferido e doente
GERAL
Pequenos negócios tem até o dia 31 para aderir ao Simples Nacional
GERAL
Governo disponibiliza R$ 90 milhões para regiões atingidas por chuvas
FRONTEIRA
Taxista boliviano é preso em MS com cocaína que entregaria no interior de SP