Menu
Busca sábado, 16 de janeiro de 2021

R$ 36,6 milhões para ações de segurança pública nos municípios

R$ 36,6 milhões para ações de segurança pública nos municípios

05 junho 2012 - 13h30
Ministerio da Justiça


Municípios e consórcios municipais poderão receber recursos do Ministério da Justiça para implantação de ações de prevenção em segurança pública.

A Secretaria Nacional de Segurança Pública abriu edital para seleção de projetos nas áreas de fortalecimento das instituições de Segurança Pública, com verba de R$ 15 milhões, e apoio à implementação de políticas, com verba de R$ 21,6 milhões.

Cada projeto deverá ser enviado até 28 de junho por meio do Sistema de Convênios e Contratos de Repasse do governo federal com valor mínimo de R$ 100 mil.

A contrapartida dos municípios e consórcios municipais é de 1 ou 2% a depender da região, conforme edital.

Para se inscrever, o município precisa estar localizado nas regiões metropolitanas com maiores índices de homicídios e crimes violentos; não possuir outro convênio em aberto com o mesmo objeto; não ter efetuado devolução integral de recursos recebidos do Fundo Nacional de Segurança Pública ou do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania, por não execução ou por má gestão, nos últimos quatro anos, de convênios com o mesmo objeto; comprovação de capacidade técnica para execução do convênio; inclusão de proposta de monitoramento e de avaliação de resultados da proposta.

Poderão ser selecionadas propostas para as seguintes ações:
Estruturação física dos Gabinetes de Gestão Integrada Municipal (GGI-M) e Gabinetes de Gestão Integrada de Consórcios Municipais;

Estruturação das Secretarias Municipais de Segurança ou órgãos de gestão da Segurança Pública em âmbito municipal e/ou de Consórcios Municipais voltados para a Segurança Pública;

Implementação de políticas sociais de prevenção da violência;

Implementação de ações de acesso aos serviços de segurança pública e proteção a grupos em situação de vulnerabilidade: crianças e adolescentes, mulheres, idosos, população em situação de rua, grupos temáticos de raça, etnia, religião e livre orientação sexual;

Projetos de prevenção primária e secundária da violência;

Fortalecimento das guardas municipais; Elaboração e implementação do Plano Municipal de Segurança Pública;

Estruturação e Implementação e fortalecimento de Conselhos e Fóruns Municipais de Segurança Pública.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CUIDADO
Janeiro Branco e os cuidados com saúde emocional em meio a uma pandemia
SELVÍRIA
Paulista é autuado por derrubada de árvores e incêndio ilegal da vegetação nativa
CORONAVÍRUS
Em 24 horas MS registra 1.316 exames positivos de Covid-19 e 13 mortes
JUSTIÇA
Senacon adotas medidas para combater comércio de vacinas falsificadas