Menu
Busca quinta, 28 de janeiro de 2021
Racismo

Adolescente de MS é detido por ataques racistas contra Preta Gil

Computadores e celulares do menino foram apreendidos

11 novembro 2016 - 14h52Por Fonte: correiodoestado
Policiais do SIG (Setor de Investigações Gerais) de Três Lagoas apreenderam um adolescente de 16 anos, no bairro São Jorge, por suspeita de cometer ofensas e ataques racistas contra a cantora carioca Preta Gil.

A polícia chegou até o jovem após receber determinação da Justiça do Rio de Janeiro de busca e apreensão no endereço do suspeito. De acordo com o SIG, o três-lagoense foi identificado através de registro de Boletim de Ocorrência feito pela Preta Gil referente a ataques racistas sofridos por meio da sua Rede Social na Delegacia Especializada em Crimes Cibernéticos no Rio.

Depois da denúncia, uma varredura foi feita e os envolvidos em atacar a cantora foram identificados, através da localização do IP de computadores, cadastros em páginas "fake" e endereços de onde os suspeitos registraram ofensas e ataques racistas. Entre eles, o jovem de Três Lagoas.

O adolescente foi apreendido e encaminhado à sede do SIG, onde confessou ter feito os ataques e participar do grupo "Máfia Maliciosa", que tem integrantes de todo o país que atacam, principalmente os negros e homossexuais. O grupo, inclusive, já foi denunciado por atacar a jornalista Maju, do Jornal Nacional e as atrizes Juliana Paes e Thais Araújo.

Um fato que chamou a atenção do SIG, conforme informações do próprio setor, é que o adolescente é negro, assim como o seus pais.

Computadores do adolescente foram apreendidos e serão investigados. Ele foi ouvido, em seguida liberado e responderá ato infracional.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Tereza Cristina: transformação digital deve inserir agronegócio
SAÚDE
Covid-19: OMS aponta presença da variante de Manaus em oito países
POLÍTICA
Governo federal diz que não se envolve em compras privadas de vacina
ECONOMIA
Bolsonaro apela para que caminhoneiros não façam greve