Menu
Busca terça, 27 de outubro de 2020
Economia

Alta do milho impulsiona reajustes na carne de aves e suínos

Além do varejo, o atacado registra alta e atinge preço recorde para abril

21 maio 2016 - 08h33Por Fonte: correiodoestado
Carnes tradicionalmente mais baratas, que são alternativa para o consumidor na hora de ir ao açougue e fugir dos altos reajustes nos cortes bovinos, os frangos e suínos estão ficando mais caros a cada mês na Capital. A elevação chega a 12% no caso da asa de frango entre março e abril deste ano, de acordo com pesquisa do Núcleo de Pesquisas Econômicas (Nepes) da Uniderp.

Em média, as aves pesquisadas ficaram 7,52% mais caras e o leitão 6% no espaço de apenas um mês. As altas no período correspondem a maior parcela do reajuste dessas carnes no intervalo de um ano (encerrando em abril), que foi de 12,34% (frangos) e 8,54% (suínos).

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Batalhão de Choque da PMMS apreende cerca de uma tonelada de maconha
TJMS
Segunda etapa do Concurso da Magistratura começa no dia 31
DIREITOS HUMANOS
Comissão Estadual de Erradicação do Trabalho Escravo em MS abre edital para entidades
CRIME AMBIENTAL
Empresário é autuado em R$ 5,5 mil por construção de pousada e rancho pesqueiro degradando área protegida de matas ciliares do rio Taquari