Menu
Busca quarta, 12 de agosto de 2020

Alunos visitam revendedora de defensivos agrícolas

03 outubro 2011 - 17h20
TRABALHO SOBRE AGROTÓXICOS -Alunos visitam revendedora de defensivos agrícolas

Divulgação (TP)

Um grupo de alunos do 8° ano da Escola Pólo Municipal Rural Graça de Deus está desenvolvendo uma atividade especial relacionada aos insumos agrícolas. Recentemente o grupo visitou a empresa Pro Lavoura, uma importante revendedora estabelecida em Ponta Porã e uma das maiores parceiras da Escola Graça de Deus.

O grupo foi recebido pelo proprietário Fabio Giovanni Carrapateira e pelo gerente, Horaldo Junior, que não mediram esforços para realização desse projeto.

“Foi muito importante levar os alunos para conhecer um local que respeita todas as normas de armazenamento e manuseio das embalagens de defensivos agrícolas. Nosso objetivo foi repassar informações relacionadas à faixa de toxicidade dos produtos”, explicou a professora Karen Gomes da Silva Rondelli.

Segundo ela, abordar durante as aulas de ciências o tema “agrotóxico” é fundamental. A Escola Graça de Deus possui uma clientela formada por filhos de trabalhadores rurais de grandes propriedades, assentados e também indígenas. “Este tema faz parte do dia a dia de boa parte das crianças e adolescentes. Alguns ajudam os pais no trabalho na lavoura”, informa a diretora, Ingrid Landolfi.

O objetivo do projeto é despertar a consciência dos cuidados relacionados à saúde e também a preservação do meio ambiente: “tivemos a visita de um agrônomo que fez palestra na escola”, acrescentou. O projeto foi elaborado pela professora Karen Rondelli e pela Coordenadora Pedagógica Debora Cristina Cabral de Jesus.

A avaliação da visita às dependências da empresa Pro Lavoura foi positiva: “os alunos gostaram porque puderam ver e ouvir muita coisa que tratamos dentro da sala de aula. Este trabalho permite um rendimento maior no ensino que procuramos oferecer”, disse a professora Karen.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEI
Grupo Amor Vida é declarado de Utilidade Pública Estadual
AGEPAN
Para ampliar suporte a custodiados indígenas, Agepen se reúne com representantes da Funai em MS
CRIME AMBIENTAL
Polícia Militar Ambiental de Batayporã autua infrator por desmatamento ilegal com o objetivo de construir estrada
LOTERIA
Mega-Sena acumula novamente e pode pagar R$ 12,5 milhões amanhã