Menu
Busca quarta, 20 de janeiro de 2021
Tráfico

Casal preso com caminhonete recheada de maconha é apresentado pela polícia

Investigadores chegaram até eles por meio de denúncias anônimas

11 novembro 2016 - 13h04Por Fonte: correiodoestado
A Polícia Civil apresentou, hoje, o casal que foi preso com meia tonelada de maconha, em residência do bairro Campo Alto na Capital. Na casa do borracheiro Alexandre Soares Cândia, de 32 anos, e da mulher dele Natália Fedele Correia, 54, foram encontrados 530 quilos de maconha escondidos em caminhonete roubada.

Segundo informações do delegado João Paulo Sartori, da Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico (Denar), os investigadores receberam denúncia da localização de caminhonete roubada.

Eles foram até casa localizada na Rua Presidente Lincoln e apreenderam Nissan Frontier carregada com os entorpecentes. O veículo tinha sido roubado em Angra dos Reis (RJ).

O borracheiro, que tinha acabado de chegar na residência, e a mulher dele foram levados para delegacia.

Aos policiais, Natalia contou ter sido abordada por homem, identificado apenas como "careca". Ele teria solicitado que ela guardasse o veículo por R$ 500.

Segundo o delegado, a hipótese mais provável é a de que o homem estivesse esperando o período noturno para transportar a droga por meio de estradas vicinais. Os possíveis destinos seriam Rio de Janeiro ou Goiás.

"O valor estimado para cada quilo é de R$ 250, mas em grandes centros como o Rio de Janeiro pode valer até 10 vezes mais", explicou o delegado.

Sartori afirma ainda que as denúncias são fundamentais para o trabalho da polícia e orienta a população informar sobre casos suspeitos por meio do número (67) 3345-0000. Não é necessário se identificar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Maia diz que a China vai acelerar o envio da matéria-prima da Coronavac
ECONOMIA
Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano
MS
Governo autoriza cessão da Gruta do Lago Azul ao município de Bonito
BONITO
Polícia Militar apreende mais de 390 quilos de maconha