Menu
Busca quarta, 21 de outubro de 2020
Bombeiros

Contrato de R$ 2,4 milhões tenta amenizar deficiência com viaturas

Governo do Estado divulgou definição para compra de cinco caminhões auto-bomba

29 janeiro 2016 - 14h33Por Fonte: correiodoestado
O contrato da compra de cinco caminhões auto-bomba rápida para o Corpo de Bombeiros foi firmado entre o governo do Estado e a empresa Comatra Veículos e Equipamentos Ltda. A aquisição é de R$ 2.490.000,00 e o termo foi firmado por meio da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) no dia 20 de janeiro, mas publicado no Diário Oficial do Estado nesta sexta-feira (29).
Não foi divulgado a data que os caminhões estarão disponíveis para a corporação ou quais batalhões receberão os equipamentos.

De acordo com a assessoria de imprensa do governo estadual, esse tipo de caminhão é utilizado no combate a incêndios, comporta transporte de pessoas e materiais e pode ser utilizado em diversas operações de busca e salvamento.
A capacidade para armazenamento de água no tanque é de 2 mil litros. Ainda conta com guindaste que pode girar até 180 graus.

DEFICIÊNCIA

O Corpo de Bombeiros teve alguns problemas para atender ocorrências ano passado por conta de viaturas estragadas. Um dos veículos da corporação, por exemplo, é da década de 70 e muito utilizado por conta da escada magirus, que permite combate a incêndio mesmo em áreas difíceis de serem alcançadas.
Esse equipamento apresenta uma série de dificuldades para funcionar plenamente devido o tempo de uso e a falta de renovação do sistema.

Em março de 2015, os Bombeiros enfrentaram o desafio de atender ocorrências mesmo tendo 10, de suas 11 unidades de resgate sendo consertadas em oficinas mecânicas. Na época, o governo estadual cogitou terceirizar a frota, como aconteceu com as viaturas do Batalhão de Choque da Polícia Militar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NAVIRAÍ
Polícia Militar prende homem por violência doméstica e posse irregular de arma de fogo
POLÍTICA
Em sabatina, Kássio Nunes responde a perguntas sobre armas e Lava Jato
REGIÃO
Polícia Militar Ambiental de Rio Negro autua três em R$ 2,7 mil por pesca ilegal e apreende pescado, tarrafa e outros petrechos de pesca
JUSTIÇA
Queda de produtos da prateleira em cima de consumidora gera danos morais