Menu
Busca segunda, 19 de outubro de 2020
Ponta Porã

Dois jovens são mortos a tiros por pistoleiros na fronteira

Dois jovens são mortos a tiros por pistoleiros na fronteira

11 janeiro 2016 - 23h57
Por volta das 18h30 desta segunda feira (11) dois homens foram mortos a tiros de pistola 9mm, na rua Laranjeira no bairro Residencial Ponta Porã 2.

As vítimas foram identificados como, Marcos Maidana da Silva, de 20 anos, vulgo Marquinhos, e Ramão Duarte Escobar, de 31 anos, vulgo Tufão.

Os dois transitavam pela rua quando foram alcançados pelos pistoleiros que estariam a bordo de um veículo de cor escura, as vítimas chagaram a correr uns 50 metros, mas terminaram sendo executados com vários tiros de pistola 9mm e morreram de forma instantânea no local, de acordo com o Porã News.

Agentes da Policia Militar foram alertados por populares e isolaram a área até a chegada dos peritos da Policia Civil, que apoiados pelo delegado Jarley Inacio e agentes do SIATO realizaram os procedimentos de rigor no local e posteriormente entregaram o corpo aos seus familiares.

Informações indicam que, as duas vítimas, estariam se dedicando a pequenos furtos na região de fronteira, situação negada por um dos familiares que manifestou que os mesmos eram ajudantes de pedreiro.

Segundo o pai de uma das vítimas, há poucos dias vários homens armados teriam invadido sua residência a procura dos dois, que conseguiram fugir na ocasião. Desde então a residência era vigiada por homens que passavam em frente olhando para a casa. E na tarde desta segunda-feira teriam encontrado os dois transitando pelo bairro quando teriam perseguido os mesmos que terminaram executados com vários disparos de pistola 9mm.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COTAÇÃO
Dólar fecha abaixo de R$ 5,60 com recuperação da China e otimismo sobre vacina para Covid-19
ELDORADO
Polícia Militar apreende medicamentos contrabandeados
DOURADOS
Mais de 900 pacotes de cigarros contrabandeados foram apreendidos pelo DOF em residência
MUNDO NOVO
Polícia Militar recupera veículo roubado