Menu
Busca quarta, 24 de fevereiro de 2021

Prefeito Flávio Kayatt afirma que pagamento dos salários de novembro, dezembro e 13°, representam forte incremento para o comércio local.

Prefeito Flávio Kayatt afirma que pagamento dos salários de novembro, dezembro e 13°, representam forte incremento para o comércio local.

12 dezembro 2011 - 14h32
Divulgação (TP)

A Prefeitura de Ponta Porã vai injetar R$ 15 milhões na economia local por conta do pagamento dos salários dos servidores públicos municipais. Ao quitar as folhas de pagamento dos meses de novembro, dezembro e o 13°, além do pagamento das rescisões de contrato temporário dos servidores da Educação e demais secretarias, a Prefeitura injeta esta quantia num espaço de 30 dias.

O salário de novembro já foi pago. O 13° salário deverá ser depositado nas contas dos servidores no máximo até o dia 20 de dezembro e o salário de dezembro será quitado, até o dia 30. “Será um Natal no qual o comércio vai ganhar muito”, destacou o prefeito.


Ele destacou que o comércio será o setor mais beneficiado pela medida: “os comerciantes estão preparados. São competentes e sabem disputar os consumidores que vão em busca dos presentes de Natal”.

Neste fim de ano a Associação Comercial e Empresarial de Ponta Porã promove uma campanha que prevê a distribuição de prêmios para os consumidores que efetuarem compras no comércio local.

Entre os prêmios está um carro zero quilômetro, adquirido pela ACEPP com a ajuda da Prefeitura: “o prefeito Flávio Kayatt é parceiro do nosso comércio. Todos os anos fazemos uma mega campanha, distribuindo prêmios valiosos para nossos clientes, com o apoio da Prefeitura. Quem ganha é a nossa economia, pois geramos renda e empregos”, destacou o presidente da Associação Comercial e Empresarial, Evaldo Pavão Senger, o China.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Covid-19: STF decide que União terá de elaborar plano para quilombolas
SAÚDE
Vacinas de Oxford/AstraZeneca já estão com Ministério da Saúde
BATAYPORÃ
Polícia Militar do 8ºBPM prende dois irmãos por receptação
ECONOMIA
Contas externas têm saldo negativo de US$ 7,253 bilhões em janeiro