Menu
Busca quarta, 28 de outubro de 2020
Ponta Porã

Flagrante de irresponsabilidade no trânsito

Alunos de Escola Estadual em alta velocidade, sem capacete, e sem identificação da motocicleta demonstra adeptos da insensatez, pais e familiares são omissos

11 dezembro 2015 - 07h15Por Assessoria da Prefeitura

Um flagrante ocorrido na manhã desta quarta-feira 09/12 demonstra o quanto a irresponsabilidade no trânsito ainda tem seus adeptos em Ponta Porã, alunos da Escola Estadual João Brembatti Calvoso, aparentemente menores, conduzindo uma motocicleta sem identificação, em alta velocidade e o adolescente que estava na garupa sem o uso de capacete demonstra o quanto a irresponsabilidade tanto dos alunos, quanto dos pais, permitem que esses jovens conduzam motocicletas sem o uso adequado dos itens de segurança.

Essa irresponsabilidade no trânsito, que muitas vezes os pais e alguns pilotos sem noção querem jogar a tal “responsabilidade” para a Policia Militar, professores ou para a Prefeitura vem causando inúmeras mortes e mutilações no trânsito da cidade, deixando seqüelas muitas vezes irreparáveis em inúmeras famílias que perdem seus entes queridos para a omissão, imprudência, negligenciam e imperícia.

Atualmente está acontecendo na fronteira uma campanha de conscientização no transito denominado “Motociclista legal respeita a lei nos dois lados da fronteira” com apoio de todos os órgão legalmente constituídos tanto de Ponta Porã quanto de Pedro Juan Caballero, orientando os pilotos ao uso do capacete, registro da moto, condução de apenas duas pessoas por motocicleta, carteira nacional de habilitação (CNH), uso dos itens de segurança entre outros. A fiscalização rigorosa será iniciada em maio de 2016 com tolerância zero para infrações de transito e apreensões de motocicletas irregulares.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COXIM
Polícia Militar prende autor em flagrante por tentativa de homicídio e apreende arma
TRÁFICO
Polícia Civil incinera mais de meia tonelada de drogas em Nova Andradina
ANTÔNIO JOÃO
Mulher de 67 anos é autuada por criar porco do mato ilegalmente em chiqueiro no quintal de sua residência
CULTURA
Fundação de Cultura prorroga inscrições de três editais até segunda-feira