Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
Política

Governo admite rever incentivos milionários ao grupo JBS

26 julho 2016 - 13h24Por Fonte: correiodoestado
O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) admitiu hoje que o Governo poderá rever os incentivos fiscais concedidos ao grupo JBS. Os valores que só no fim do ano passado somaram R$ 996 milhões fazem parte das críticas feitas por frigoríficos que reclamam da concorrência desleal no Estado, conhecido no meio empresarial como dumping.

Azambuja disse que diferentemente do que acusa a Associação de Matadouros, Frigoríficos, e Distribuidoras de Carnes do Estado de Mato Grosso do Sul (Assocarnes-MS), o fechamento de plantas frigoríficas não está ligado ao incentivo dado ao JBS, e sim a diminuição de oferta de animais.

"Nós temos excesso de plantas e capacidade de abater e redução de oferta. O empresário não vai ficar com fábrica se ela não for competitiva. O fechamento não é por conta do incentivo", afirmou o governador.

Apesar de negar relação dos benefícios fiscais com a concorrência desleal, Azambuja admitiu que o Estado está revendo incentivos de vários seguimentos da cadeia produtiva, inclusive dos frigoríficos.

"No setor de frigoríficos estamos fazendo um estudo, porque o Confaz [Conselho Nacional de Política Fazendária] já aprovou através de resolução diminuir incentivos para capitalizar fundo de investimento fiscal. Estamos analisando todos os setores para rever alguns incentivos para poder fortalecer o Estado", completou.

DESLEAL

Responsáveis pela geração de 10 mil empregos diretos em Mato Grosso do Sul, 36 empresas do setor filiadas à Assocarnes cobram do Governo do Estado a revisão da carga tributária para o setor e um posicionamento mais claro do poder público estadual em relação ao grupo.

Entre os motivos de questionamento, estão as vantagens dadas pelo poder público ao JBS, como isenções e renúncias fiscais, o que estaria contribuindo para acentuar ainda mais prática de dumping no mercado local, segundo a Assocarnes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SERVIDOR
Governador anuncia promoção de 3,7 mil servidores civis e militares
ECONOMIA
Sancionada lei de incentivos fiscais para montadoras de veículos
POLÍTICA
Mourão diz que posição do governo não é por uma Constituinte
ECONOMIA
Governo pretende economizar R$ 97 milhões com licitação centralizada