Menu
Busca segunda, 26 de outubro de 2020
Ponta Porã

Mãe cai em golpe do falso sequestro e perde R$1.500

Mãe cai em golpe do falso sequestro e perde R$1.500

02 fevereiro 2016 - 10h00
Da redação


Por volta das 18h desta segunda-feira (1º) uma mulher, de 39 anos, foi vítima de estelionatários que alegavam ter sequestrado o seu filho, com isto acabou perdendo R$1.500,00, em Ponta Porã.

De acordo com o registro policial, a mulher atendeu a uma ligação de número restrito e ouviu a voz de um rapaz chorando dizendo ser seu filho. Então ela se desesperou, pois pensou realmente que era o filho.

Depois de alguns instantes outro homem pegou o telefone e disse: “Você é a mãe do Lucas?”, respondendo que sim o homem prosseguiu: “nós estamos com ele aqui, pegamos ele enganado, íamos pegar o filho de uma empresária de Ponta Porã. Não queremos fazer mal pra ele, por isso se a senhora pagar 5 mil reais vamos soltar ele”.

A vítima informou que não tinha o dinheiro, então o homem disse que para acabar com a situação logo ela deveria pagar R$1.500.

O autor não permitia ela desligasse o celular, dizendo que a estava observando, então ela não pode ligar para seu filho e confirmar a história. Mas naquele momento ela tinha certeza que era seu filho em poder do autor, pois ouviu a voz do rapaz e achou muito parecida.

O estelionatário ficou cerca de uma hora e meia conversando com a vítima ao telefone, e todo esse tempo o autor a ameaçava dizendo que se ela não arrumasse o dinheiro iria matar seu filho.

Depois de muito tempo conversando, a vítima foi até o banco e realizou a transferência bancária com o auxílio de seu marido, pois este a encontrou no caminho de casa e a levou até o banco, não sabendo no momento do que se tratava, já que sua esposa não podia falar a ele que estava sendo vítima por telefone, seguindo orientações do autor.

Ela realizou a transferência e em seguida o autor a fez rasgar o comprovante bancário, dizendo este que a estava observando.

Após confirmar a transferência de R$ 1.500,00 o autor ainda exigiu que ela sacasse R$ 1.000,00 e ficasse aguardando em frente ao banco, pois alguém passaria para pegar. Porém neste momento o marido dela conseguiu ligar para o filho, então perceberam ter caído em um golpe, desligando assim o celular.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TEMPO
Semana começa com aviso do Inmet para chuvas intensas em Mato Grosso do Sul
PANDEMIA
Com novos testes positivos, casos de Covid-19 continuam crescendo em todo o MS
TRÁFICO
Motorista de guincho suspeita de contratante, aciona polícia e droga é encontrada dentro de carro em MS
SERVIDOR
Sonho que virou realidade, piloto da PM tem orgulho em servir a sociedade