Menu
Busca terça, 31 de março de 2020
Política

Mato Grosso do Sul é o 8º em empresas com alto crescimento

19 novembro 2015 - 12h03Por Fonte: riobrilhantenews
Empresas de alto crescimento, assim classificadas por aumentar em pelo menos 20% ao ano o número de empregados por um período de três anos consecutivos, somaram 10,5% do total das empresas ativas e com 10 ou mais pessoas ocupadas na economia de Mato Grosso do Sul em 2013, além de concentrar 20,4% do pessoal ocupado assalariado nas unidades locais desses empreendimentos.

Os números constam do Estudo sobre Empreendedorismo 2011-2013, divulgado ontem (18) pelo Instituto Brasileira de Geografia e Estatística (IBGE).

Realizado em cooperação com a entidade Endeavor Brasil, o levantamento aponta ainda que Mato Grosso do Sul ficou na oitava posição entre as unidades da federação em número de unidades locais das empresas de alto crescimento.

Em primeiro lugar figura o Amazonas (12,7%), enquanto o Espírito Santo apresentou a menor representatividade, com 8,2%. Já em relação ao pessoal ocupado assalariado neste tipo de empresa, o Estado apresentou o quinto maior índice. Na primeira posição ficou o Amazonas (25,1%) e na última, Rondônia (12,7%).

Conforme o estudo, dois anos atrás existiam 33.374 empresas de alto crescimento no País, o equivalente a 1,4% das empresas ativas com 1 pessoa ou mais ocupada assalariada; em relação às empresas ativas com 10 pessoas ou mais ocupadas assalariadas, a participação era de 7%.

Apesar da baixa representatividade, esse segmento ocupava 5 milhões de pessoas assalariadas, o equivalente a 14,3% do total das empresas ativas com 1 pessoa ou mais ocupada assalariada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Marido tenta agredir esposa ao saber que ela não tinha dinheiro para comprar pinga
PREVENÇÃO
Opas defende isolamento social como melhor opção de combate à covid-19
COVID-19
Corpo da primeira vítima de coronavírus em MS é liberado para enterro; funerária diz que não haverá velório
BRASIL
Receita libera entrada de 500 mil testes de Covid-19 em tempo recorde