Menu
Busca domingo, 15 de setembro de 2019
NAVIRAÍ

Mulheres recebem treinamento para se defenderem de agressores

21 agosto 2019 - 16h30Por Da Redação

Mulheres de Naviraí estão aprendendo técnicas de defesa pessoal para se proteger de situações de agressão. O curso “Mulheres que Lutam” é promovido pela Delegacia de Atendimento à Mulher (DAM) de Naviraí e integra a programação da campanha “Agosto Lilás”.

Ministrado pelo professor Tales Rottini, faixa preta em Jiu Jitsu, o curso tem por objetivo ensinar técnicas de defesa pessoal para mulheres. Durante a formação que teve início nesta terça-feira (20) e segue até o próximo dia 12 de setembro, haverá simulações de situações de agressão, para que as mulheres aprendam a aplicar movimentos de defesa e contragolpes, que impeçam que sejam agredidas.

No curso serão ensinadas ainda condutas preventivas para segurança pessoal durante atividades cotidianas e laborais, habilidades motoras para defesa e sobrevivência em situações de agressão, bem como estratégias para fuga de agressores.

Durante a abertura do curso ocorrida ontem, a delegada Sayara Quinteiro Martins Baetz, titular da DAM falou sobre os avanços da Lei Maria da Penha, que no dia 07 de agosto completou 13 anos, e sobre as formas utilizadas pela Polícia Civil para ajudar mulheres que vivem relacionamentos abusivos, mostrando maneiras de reconhecerem essa situação e saírem do ciclo de violência.

O curso é gratuito e conta com a participação de mais de 70 mulheres. As aulas acontecem todas as terças-feiras e quintas-feiras, às 10h, 15h e 19h30, na Academia Alliance, na Rua Yokohama, n.º 370, no Centro de Naviraí. As interessadas podem se inscrever através do telefone (67) 3461-5182.

Agosto Lilás

Realizada desde 2016 em comemoração ao aniversário da Lei Maria da Penha, a campanha “Agosto Lilás” entrou no calendário de eventos de Mato Grosso do Sul como a maior campanha de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher e atualmente são muitas as ações de mobilização executadas em vários municípios do interior do Estado.

Nesse ano de 2019, a pauta são os 13 anos da Lei Maria da Penha, os avanços e conquistas na defesa e proteção das mulheres.

O objetivo é sensibilizar a sociedade sobre a violência doméstica e familiar contra a mulher e divulgar a Lei Maria da Penha (Lei federal nº 11.340, de 7 de agosto de 2006), por meio de palestras, debates, encontros, panfletagens, eventos e seminários abordando os tipos de violência especificados na lei e como promover o enfrentamento à violência contra a mulher.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GALEÃO
Receita apreende mais de 46 quilos de heroína em aeroporto
ECONOMIA
Endividamento e inadimplência do consumidor têm alta em agosto
CAMPO GRANDE
Acusado de estuprar adolescentes teria escolhido casa ‘a dedo’, segundo polícia
POLÍCIA
Mulher que iniciava relacionamentos com idosos para furtar residências é presa