Menu
Busca sexta, 15 de fevereiro de 2019
(67) 9.9973-5413
GERAL

No lançamento da SBPC, gerente de educação da Fiems reforça importância da pesquisa científica

13 fevereiro 2019 - 19h30Por Da Redação

Ao participar nesta quarta-feira (13/2), do lançamento da 71ª reunião anual da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência), que será realizada de 21 a 27 de julho na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), a gerente de educação do Sistema Fiems, Simone Figueiredo, reforçou a importância da pesquisa científica para o desenvolvimento da indústria.

“Esse evento congrega todo o processo de iniciação de inovação, tecnologia, pesquisa e extensão para além do mundo acadêmico porque hoje nós temos grande necessidade de atualização de todo o setor econômico. No caso do setor industrial, tendo em vista todo uma modelagem para a Indústria 4.0 e para um Mundo 4.0, a pesquisa incide decisivamente neste segmento”, avaliou Simone Figueiredo.

Ela destacou que o Sistema Fiems conta com institutos para soluções para a indústria não só do Estado, como de todo o País. “Temos o ISI Biomassa (Instituto Senai de Inovação em Biomassa), IST Alimentos e Bebidas (Instituto Senai de Tecnologia em Alimentos e Bebidas) e o Centro de Inovação do Sesi em Saúde e Segurança do Trabalho. Então são frentes de trabalho que dão suporte para as inovações e resolução de problemas da indústria no que tange biodiversidade, ciência, tecnologia e inovação”, pontuou.

Além disso, Simone Figueiredo reforçou que os alunos da educação básica, educação profissional e ensino superior são estimulados à pesquisa e à inovação. “Acredito que o maior diferencial é a pesquisa dentro da educação básica, porque fazer pesquisa na faculdade faz parte do processo, mas trazer a pesquisa científica com a garotada é despertar novos acadêmicos”, completou.

Na avaliação do reitor da UFMS, Marcelo Turine, ter a presença do setor produtivo no evento é uma oportunidade de apresentar o potencial de Mato Grosso do Sul para todo o País. “Depois de 70 anos é a primeira vez que temos esse evento no Estado, que é a festa da ciência brasileira e uma grande exposição de inovação. Ter a parceria da indústria é fundamental para mostrar para trazer mais inovação e formar talentos. O grande foco da reunião é promover debates e discussões para a gente poder ter uma competitividade maior em Mato Grosso do Sul”, considerou.

Já o presidente da SBPC, Ildeu de Castro Moreira, o evento busca valorizar a ciência para o desenvolvimento econômico e social do Brasil. “É muito importante esse evento em Mato Grosso do Sul depois de 70 edições. Nosso objetivo é envolver todos os setores, como academia, escolas, empresários, indústria, agronegócio, porque a ciência permeia o dia a dia de todos nós”, finalizou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS
MPF pede nova vistoria em barragens de Corumbá
NAVIRAÍ
Justiça mantém decisão reforma de unidade de saúde deve ser feita em 90 dias
EM DOURADOS
Antes de ser transferido para a PED, homem que tramou assassinato de empresário tentou se matar
PMA
Pecuarista desmata ilegalmente mais de três hectares e multada