Menu
Busca domingo, 17 de janeiro de 2021

Os elementos presos foram encaminhados aos dois distritos policiais da cidade.

Os elementos presos foram encaminhados aos dois distritos policiais da cidade.

27 abril 2012 - 11h45
Redação (TP)

Aconteceu na manhã dessa sexta-feira (27), uma grande operação denominada “Fronteira Unida II”, onde fizeram parte todos os organismos policiais que fazem parte do GGIF (Gabinete de gestão Integrada de fronteira)e tinha sido acertado os detalhes na última reunião dos organismos policiais de Ponta Porã, sendo que foram presos 13 pessoas, entre eles, 3 mulheres, 2 menores, e várias outras pessoas foram encaminhadas aos distritos policiais para serem ouvidas como testemunhas e devem ser liberadas posteriormente.

O alvo é toda a região de fronteira, com ações específicas em Ponta Porã, que faz limite com o Paraguai, e Corumbá, na fronteira com a Bolívia.

A ação reúne Polícia Civil, Polícia Militar, Força Nacional, Polícia Federal e Forças Armadas. Em Ponta Porã, a operação é de combate ao tráfico de drogas, com diversos mandados de busca e apreensão por toda a cidade.Já foram presos traficantes ligados a facções criminosas.

Nas rodovias, o Exército montou barreiras. A ação é realizada pelo GGI (Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira).

Em Corumbá, de acordo com o Capital do Pantanal, foram montados quatro pontos de fiscalização: nos Postos da fronteira e do Lampião Aceso, na região do Taquaral e no lixão da cidade.

As pessoas presas na operação realizada agora pela manhã foram encaminhadas para o 1º e 2º DP, pois foram cumpridos mandados de prisão no bairro São João, na grande Vila Áurea, Cohab,São domingos e São Franisco.

Os inquéritos estão sendo comandados pelos delegados Odorico Mendonça e Edemilson José Holler.

Foram apreendidos nas residências onde se cumpriu os mandados de prisão: Uma pistola 9mm, de uso restrito das Forças Armadas; balança de precisão para embalar drogas; 2 espadas Ninjas; 3 CPUs de computador; 727 gramas de maconha já embalada para comercialização; R$ 274 reais; G$ 110 mil guaranis e 2 dólares.

Esta agendado, conforme informações do delegado Odorico Mendonça uma entrevista coletiva para amanhã, sábado (28), na sede do 11º RCMEC com a presença dos comandantes das forças policiais presentes nesta ação.

A operação "Fronteira Unida II" será encerrada à meia noite de domingo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CUIDADO
Janeiro Branco e os cuidados com saúde emocional em meio a uma pandemia
SELVÍRIA
Paulista é autuado por derrubada de árvores e incêndio ilegal da vegetação nativa
CORONAVÍRUS
Em 24 horas MS registra 1.316 exames positivos de Covid-19 e 13 mortes
JUSTIÇA
Senacon adotas medidas para combater comércio de vacinas falsificadas