Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020
Ponta Porã

Prefeitura deposita salários, mas trâmites da Caixa atrasa liberação

01 janeiro 2016 - 07h00Por Assessoria

A Prefeitura de Ponta Porã como vem fazendo há 36 meses seguidos desde que o prefeito Ludimar Novais assumiu a administração municipal, fez o depósito dos salários de todos os servidores referentes a dezembro de 2015 dentro do mês trabalhado, mas em virtude dos trâmites burocráticos da Caixa Econômica Federal (CEF), nem todos os pagamentos foram disponibilizados nas contas bancárias dos trabalhadores já nesta quinta-feira.

De acordo com a Secretaria Municipal de Planejamento e Finanças, todos os salários foram depositados como já é de costume, dentro do mês trabalhado. Quando assumiu a administração municipal o prefeito Ludimar Novais se comprometeu a fazer o pagamento dos servidores dentro do mês trabalhado e isso vem acontecendo desde janeiro de 2013. No dia 11 de dezembro passado, dez dias antes do prazo determinado pela lei, todos os trabalhadores receberam integralmente o 13º salário.

Sempre trabalhando com planejamento e equilíbrio financeiro, a atual administração ao contrário de outros municípios do Estado, tem conseguido quitar as folhas salariais sempre de forma antecipada, já que a lei prevê como sendo em dia o pagamento até o 5º dia útil do mês subsequente ao que foi trabalhado, assim como tem honrado com o pagamento dos fornecedores.

Sobre a informação de que servidores não conseguiram sacar seus salários hoje pela manhã, a Secretaria de
Finanças informou que iria procurar informações junto a agência bancária, mas adiantou que a não liberação de todos os salários na manhã deste dia 31 não ocorreu por falha do poder executivo municipal. O que cabe a Prefeitura Municipal que é fazer o depósito foi feito, agora só depende da Caixa Econômica Federal fazer a distribuição do montante depositado nas contas dos servidores.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BR 267
Polícia Militar intercepta e apreende duas caminhonetes que seriam utilizadas pelo crime organizado na região de fronteira
ECONOMIA
Pedidos de seguro-desemprego caem 9,3% na primeira metade de setembro
PONTA PORÃ
Polícia Civil prende mulher que forjou o sequestro do próprio neto
JUSTIÇA
Réus condenados no Tribunal do Júri têm recurso negado