Menu
Busca domingo, 24 de janeiro de 2021
Saúde

Pronto Socorro pode cortar em 60% número de atendimentos

Volume corresponde a movimento na chamada área verde

01 novembro 2016 - 13h31Por Fonte: correiodoestado
A Santa Casa de Campo Grande, maior hospital de Mato Grosso do Sul, estuda "fechar as portas" do Pronto Socorro para os pacientes destinados a área verde, que são os doentes em situação menos grave, caso não receba os R$ 2,9 milhões do repasse mensal da prefeitura.

O valor deveria ter sido destinado ao hospital no dia 15 de outubro, com a promessa do prefeito Alcides Bernal (PP), de fazer o pagamento até ontem (31), o que ainda não aconteceu.

A área verde recebe aproximadamente 60% do fluxo diário de pacientes do setor, onde por dia passam em média 200 pessoas. Os outros 40% são casos de média e alta-complexidade, que caso o Pronto Socorro seja parcialmente fechado devem continuar a ser atendidos no local.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Pendências com o Simples atingem quase dois terços das empresas
PONTA PORÃ
Após tentativa de homicídio, Polícia Militar apreende submetralhadora 9mm
SAÚDE
Boletim Covid-19 deste sábado registra óbitos em 12 municípios
REGIÃO
PMA autua dois em R$ 3 mil por abandonar cachorro em estrada