Menu
Busca sábado, 24 de outubro de 2020
Capital

Protesto em aeroportos atrasa e cancela voos em Campo Grande

03 fevereiro 2016 - 13h48Por Fonte: correiodoestado
Ao menos quatro voos programados para partir ou pousar no Aeroporto Internacional de Campo Grande, na manhã desta quarta-feira (3), estão atrasados e outros três foram cancelados. O motivo é paralisação nacional de trabalhadores do setor aéreo, desde o início do dia, em todo o país.

De acordo com a Infraero, há 15 voos programados para pousos e decolagens na Capital e 26% deles atrasaram. No momento, há 1 voo atrasado, o que partiria de Porto Alegre com destino ao aeroporto de Campo Grande.
Entre os voos cancelados, um tinha como origem Maringá, no Paraná, outro sairia de Campo Grande com destino a Londrina, também em solo paranaense, e o terceiro iria para Cuiabá, no Mato Grosso.

PROTESTO

A paralisação, que durou duas horas, das 6h às 8h, envolveu os aeroviários, cujas atividades incluem check-in e despacho de bagagens, e os aeronautas, cuja categoria abrange pilotos e comissários de bordo.
Segundo dados da Infraero, que excluem os aeroportos de Guarulhos (SP), Belo Horizonte (MG) e São Gonçalo do Amarante (RN), 405 voos domésticos atrasaram entre 0h e 8h desta quarta e 70 foram cancelados. Entre os voos internacionais, foram registrados 14 atrasos. Não houve cancelamentos.

As principais empresas aéreas anunciaram que liberarão a remarcação de passagens e farão o reembolso integral de bilhetes, após o anúncio de paralisação dos aeroviários e aeronautas.
Em nota, a TAM informou que, até as 6h30, a paralisação havia afetado aproximadamente 12 voos da companhia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
MS registra 479 novos casos de Covid-19 e faixa etária de 30 a 39 anos é a mais afetada
AQUIDAUANA
Polícia Militar Ambiental autua infrator em R$ 2,3 mil por incêndio em leiras de vegetação proveniente de limpeza
ECONOMIA
Decisão do STF evita perda na arrecadação de R$ 1,2 bilhão, diz Reinaldo Azambuja
DOURADOS
Homem invade casa, tenta estuprar jovem e é detido por populares