Menu
Busca segunda, 18 de janeiro de 2021
Esporte

Trio de árbitros de MS comandará a grande final do Brasileirão Séria C

04 novembro 2016 - 14h44Por Fonte: agazetanews
Acontece neste sábado, dia 05 |de novembro, a grande final do Campeonato Brasileiro da série C. Boa Esporte de Minas Gerais e Guarani de Campinas se enfrentam em Varginha após empate por 1 a 1 em São Paulo.

Empate sem gols dá o título ao Boa. Novo placar por 1 a 1 a decisão será nos pênaltis. Empate acima de 1 a 1, o título fica com o bugre e quem vencer fica com a taça.

O jogo será comandado por um trio de árbitros do quadro da Federação de Futebol do Mato Grosso do Sul e isso acontecerá pela 1ª vez na história dos Campeonatos Brasileiros em todas as divisões.

Marcos Mateus Pereira comanda o jogo e será auxiliado por Eduardo Gonçalves da Cruz e Daiane Caroline Muniz dos Santos. Após mais de uma década, a arbitragem sul-mato-grossense volta a ganhar destaque nacional.

Em 2005, o árbitro Elvécio Zequetto, apitou vários jogos do Campeonato Brasileiro série A. O grande jogo comandado por Zequetto naquele ano, foi na 41ª rodada(penúltima) quando o Corinthians venceu a Ponte Preta por 3 a 1.

A vitória dava o título ao Corinthians, porém um gol do Internacional diante do Palmeiras nos acréscimos em Porto Alegre, adiou a comemoração que viria na rodada final. Além dele, os assistentes Paulo César Freitas e Alécio Aparecido Lezo também atuaram.

Uma década depois, a arbitragem sul-mato-grossense foi escalada na grande final da Copa Verde de 2015.

O Cuiabá conquistou a taça com uma goleada por 5 a 1 diante do Remo na Arena Cuiabá. Paulo Henrique Volkkopf e Eduardo Gonçalves da Cruz trabalharam no jogo.

Aos 37 anos, Marcos Mateus Pereira chega ao ápice da carreira. Em 2016 ultrapassou a marca de 100 escalas por competições nacionais. Formado pela escola de árbitros desde 2000, Mateus quis ser árbitro por um motivo peculiar.

"Eu era jogador profissional em Andradina-SP e viaja muito. Quando parei de jogar e entrei para a faculdade, queria continuar viajando e conhecendo lugares. Por isso entrei para a arbitragem", disse Mateus. Mateus iniciou a carreira de árbitro aos 21 anos e se espelhou em um árbitro que despontou bem novo.

"Eu olhava o Paulo César de Oliveira e aos 25 anos ele já era Fifa. Me espelhei nele pois sempre o achei o melhor árbitro do Brasil", afirmou Mateus.

Em seu primeiro jogo na carreira, Marcos Mateus apitou Moreninhas x União no estádio Jacques da Luz. O jogo era válido pelo Estadual Série B 2003.

Como momento marcante na carreira, Mateus citou a vitória do Cruzeiro por 2 a 1 diante do Bahia pelo Brasileirão 2014. No mês passado, Marcos Mateus apitou o empate sem gols entre Vasco x Avaí em São Januário.

"Acredito que este jogo foi um divisor de águas na minha carreira. Me dedico muito, passo nos testes da FFMS e da CBF a anos. Fui escalado com frequência nos últimos anos então para mim, ser escalado nesta final é a coroação de um esforço de anos e anos", disse Mateus.

Sobre o jogo, Marcos Mateus afirmou que teve uma semana normal como se fosse para qualquer jogo da carreira. O fato de trabalhar ao lado de dois assistentes do estado, deixa Mateus mais tranquilo.

"Nossa arbitragem vive um grande momento com várias escalas na temporada. O fato de um trio ser escalado na decisão do campeonato, mostra o bom momento que os árbitros do estado estão. Me sinto mais tranquilo ao lado do Eduardo e da Daiane pela afinidade que já temos em campo",afirmou Mateus.

"Sem dúvida nenhuma, este será o jogo mais importante da minha carreira e me sinto muito feliz, feliz demais em poder apitar", concluiu Mateus.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Pazuello: embarque de vacinas da Índia deve ter solução esta semana
POLÍCIA
Veículos com cigarros e agrotóxicos contrabandeados do Paraguai foram apreendidos pelo DOF
CORONAVÍRUS
Vacina chega a Mato Grosso do Sul e distribuição aos municípios começa ainda hoje
ECONOMIA
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras