Menu
Busca sexta, 22 de janeiro de 2021

Master Ponta Porã não empresta o uniforme para time de Coxim em jogo do Campeonadoi Estadual da série B.

03 setembro 2012 - 08h45
Redação: Tião Prado


Fotos: Ed Moreno

O Campeonato Estadual de MS de longe pode ser considerado um exemplo a ser seguido. A organização deixou a desejar desde o sorteio dos grupos, pois com 10 equipes os ‘ditos’ diretores da Federação de Futebol do Mato Grosso do Sul poderiam ter divididos estes clubes em 2 chaves de 5 e fazendo todos jogarem entre si, classificando-se duas ou três equipes para a fase seguinte, mas a decisão tomada foi outra e os clubes foram divididos em 3 grupos, sendo um com quatro e os outros dois com 3 equipes.

Nesta fase, o Coxim fez a sua estréia em casa contra o Corumbaense e perdeu por 3 a zero. Sem apoio e sem patrocínio, os jogadores e comissão técnica do clube saíram da cidade por volta da meia noite de sexta-feira, viajando os quase 700 km sem dormir chegando na manha de sábado em Ponta Porã onde nem tiveram tempo de descansar e já foram almoçar e em seguida se dirigiram para o estádio Aral Moreira onde enfrentaram o Ponta Porã e perderam por seis a zero.

O jogo quase não aconteceu devido ao fato de a equipe do Coxim estar trajando uniforme azul composto por calções, camisas e meias azuis coincidindo com as mesmas cores do uniforme do Ponta Porã.

O árbitro da partida, senhor Almir Rogério, depois se ser informado que os clubes estavam com uniformes da mesma cor procurou o diretor do Coxim e foi informado que o clube não tinha um segundo uniforme e portanto não teria condições de efetuar a troca o que poderia resultar em w.o na partida, mas o presidente do Ponta Porã, Paulo Vieira, para não prejudicar o Coxim, emprestou um jogo de camisas do time dos veteranos de Ponta Porã para a equipe visitante entrar em campo e poder participar da partida.

Essa é uma grande demonstração de que a federação do estado não esta nem aí para os seus filiados, não se preocupando em dar nenhum tipo de apoio a estes clubes e ainda os obriga a jogarem com uma bola que não é usada nem no campeonato amador da cidade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

INTERNACIONAL
Armas nucleares: ONU e papa saúdam tratado sem assinatura de potências
ECONOMIA
Salariômetro: reajuste salarial ficou abaixo da inflação em dezembro
GERAL
Escolagov abre inscrições para curso inédito sobre web conferências
EDUCAÇÃO
Enem 2020 tem novidades em acessibilidade