Menu
Busca quarta, 24 de abril de 2019
(67) 9.9973-5413
GERAL

Visando regionalização da Saúde, Governo do Estado constrói hospitais em Dourados, Três Lagoas e Corumbá

12 fevereiro 2019 - 16h30Por Da Redação

O Governo de Mato Grosso do Sul viabilizou investimentos maciços para criar uma lógica regional da saúde, com a construção e reforma de Hospitais em Três Lagoas, Dourados e Corumbá. O governador Reinaldo Azambuja destaca que a prioridade é consolidar a regionalização da saúde. “Nós vamos entregar os hospitais em curto prazo como Três Lagoas, Dourados, Corumbá. Vamos fazer esta teia de regionalização para aproximar a saúde da população”, afirma.

O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, explica que com a construção e aparelhamento dos hospitais, a população terá o acesso à saúde melhorado. “O investimento em infraestrutura irá beneficiar diretamente a população, contribuindo para a redução da fila de espera”, completa.

Com investimento de R$ 36 milhões, as obras do Hospital Regional da Grande Dourados (HRGD) tiveram início em junho de 2018 com previsão de entrega para o primeiro semestre de 2020. O hospital irá atender pacientes de 34 munícios da região da Grande Dourados, Conesul e Faixa de Fronteira.

O HRGD contará com 236 novos leitos, destes 40 serão de UTI. A unidade terá perfil assistencial de hospital geral, que priorizará as linhas de cuidados de urgência/emergência, cardiologia, nefrologia, oftalmologia e cirurgia geral.

O Hospital Regional de Três Lagoas (HRTL) contará com 202 novos leitos. A obra foi orçada em R$ 56 milhões sendo R$ 35 milhões do Governo Federal e R$ 21 milhões do Estadual.

Serão oferecidos serviços de emergência e urgência, psiquiatria, diagnóstico, tomografia, ressonância magnética, raios-X e ultrassonografia. A estrutura contará com ambulatórios, leitos, centro cirúrgico, auditório, salas de aulas, laboratórios, esterilização e área técnica dos equipamentos de climatização do centro cirúrgico.

A unidade também terá salas pré-parto, parto e pós-parto; indução e recuperação de pacientes; observação pediátrica; observação paciente; observação psiquiátrica; UTI cirúrgica; UTI clínica; enfermarias; internação isolamento; semicrítico; preparo e recuperação pós anestésica e observação e recuperação do paciente.

O Governo do Estado firmou convênio com a prefeitura de Corumbá no valor de R$ 12 milhões para a ampliação da Santa Casa de Corumbá, que contará com 30 novos leitos. O projeto inclui a construção de novo pronto socorro, do Centro Obstétrico, UTI neonatal e a reestruturação de todo o hospital. A ordem de serviço foi assinada no final de 2018.

O novo Pronto-Socorro da Santa Casa de Corumbá será totalmente equipado para atendimento de urgência e emergência, com salas de emergência e ambulatório, enfermaria, receptivo e triagem. Também será construída a nova unidade de leitos. O município tem uma grande demanda de pacientes da região de fronteira e não contava com uma estrutura complexa para oferecer qualidade de serviços à população mais carente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CINEMA
Academia anuncia mudanças em categorias do Oscar
JUSTIÇA
ISS para sociedades de advogados deve ser por valor fixo, decide STF
SAÚDE
Medicamento para tratar AME deve estar disponível no SUS em 180 dias
CAMPO GRANDE
Bandidos destroem parede, invadem restaurante e levam dinheiro do caixa