Menu
Busca quinta, 06 de agosto de 2020
SAÚDE

Julho teve mais de 16 mil infectados pela Covid

31 julho 2020 - 13h00Por Portal do MS

Com 16.260 testes positivos para novo coronavírus julho registrou a maior alta da Covid-19 em Mato Grosso do Sul. O número equivale a  praticamente a toda população de Porto Murtinho que possui 17.131 conforme dados do IBGE. 

No primeiro dia do mês os dados oficiais apresentavam 8.676 casos confirmados da doença. Já no boletim epidemiológico desta sexta-feira (31) esse número chegou a 24.936, um avanço de 187% no total dos infectados em apenas 31 dias. No mesmo período também houve um aumento significativo de óbitos que de 85 foi para 376, uma alta de 342%.

Ao mesmo tempo que aumenta o número de casos confirmados, também cresce a procura por leitos no Estado. Mesmo com a estruturação da saúde pela administração estadual, indicadores que mostram algumas regiões com taxa de ocupação acima de 90%.

“Vai chegar o momento que mesmo que tenhamos leitos de UTI criados com muito esforço, vão ser insuficientes se nós não quebrarmos essa cadeia de transmissibilidade do vírus, e esse crescimento exponencial que a doença está tendo há mais de 30 dias aqui no Estado”, alertou o secretário de saúde, Geraldo Resende.

Em participação na live desta sexta-feira (31) o secretário de Governo e gestão estratégica também reforçou a gravidade do cenário afirmando o esforço tem sido gigantesco para estruturar a saúde. “O risco de colapso é real, estamos com mais de 90% de leitos ocupados diariamente”, pontuou ao pedir que a sociedade colabore. “O combate só vai ter o mínimo estrago possível se trabalharmos juntos e fazer o que precisa ser feito. É isso que temos ter como orientação primordial”.

O detalhamento do boletim oficial da Covid em Mato Grosso do Sul pode ser conferido aqui.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS
Perto de 30 mil casos, Governo amplia testagem e pede apoio da população para conter a Covid
ORDEM DO DIA
Aprovada tramitação de urgência para benefício a servidores
DOURADOS
Mãe de adolescente de 12 anos é presa por permitir prática de estupro de vulnerável
MS
Hospitais públicos e privados serão obrigados a implantar Núcleo de Vigilância Epidemiológica