Menu
Busca sábado, 16 de janeiro de 2021

Após "elogios animais", Mano critica torcida: está extrapolando

20 setembro 2012 - 14h40
Terra



Novamente chamado de burro, desta vez pelo público que compareceu ao Estádio Serra Dourada (em Goiânia), o técnico da Seleção Brasileira, Mano Menezes, reprovou as manifestações. Para ele, a torcida nacional está passando dos limites. Ele, inclusive, utilizou o exemplo da seleção espanhola para endossar seu ponto de vista. Vaias à parte, o Brasil venceu a Argentina por 2 a 1 na partida de ida do Superclássico das Américas.

"Comentamos internamente sobre a torcida do Real Madrid, que bateu palma para o Xavi, mesmo com a rivalidade com o Barcelona. Lá, ainda tem brigas políticas com a questão da Catalunha. Penso, então, que temos que trabalhar isso no nosso país. Essa questão está extrapolando o limite e isso não ajudará na formação da equipe. Hoje isso se intensificou quando tirei o Lucas. Comecei a ouvir os elogios animais", afirmou o treinador.

Mano salientou ainda que o "clubismo" não interferirá no seu trabalho. "Não vou deixar que isso altere o que preciso fazer. Vamos seguir trabalhando na mesma minha. Não preferimos esse ou aquele porque a torcida gosta. E nem vou tirar esse ou aquele porque ela quer", explicou.

Apesar das críticas das arquibancadas, Mano - que frisou o fato de não perder há um ano (para a Alemanha, em agosto de 2011) - saiu satisfeito com a equipe. O gol da vitória, marcado por Neymar, saiu de pênalti no último minuto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CUIDADO
Janeiro Branco e os cuidados com saúde emocional em meio a uma pandemia
SELVÍRIA
Paulista é autuado por derrubada de árvores e incêndio ilegal da vegetação nativa
CORONAVÍRUS
Em 24 horas MS registra 1.316 exames positivos de Covid-19 e 13 mortes
JUSTIÇA
Senacon adotas medidas para combater comércio de vacinas falsificadas