Menu
Busca quarta, 27 de janeiro de 2021

Palmeiras cogita trazer Ronaldinho

cogita trazer

01 junho 2012 - 14h50
Band


De olho na relação estremecida entre Ronaldinho Gaúcho e Flamengo, que se encerrou nesta quinta-feira com o jogandor acionando o clube na Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro, o Palmeiras até cogitou a possibilidade de fazer nova investida pelo meia, mas descartou o nome prontamente.

No início de 2011, sob a administração do ex-presidente Luiz Gonzaga Belluzzo, o Verdão negociou com Assis, irmão e empresário de Ronaldinho, mas o astro fechou com o clube da Gávea.

Nos últimos dias, no entanto, uma nova tentativa pelo jogador foi tratada nos bastidores do Palestra Itália, mas diversos fatores negativos pesaram contra. Entre eles estão a impossibilidade de arcar com o alto salário de Gaúcho, o pouco retorno que ele daria em ações de marketing e seu rendimento ruim dentro de campo.

Procurado pela reportagem, o gerente César Sampaio aponta a falta de dinheiro como o principal motivo de o Palmeiras não negociar com Ronaldinho, pentacampeão com o técnico Luiz Felipe Scolari em 2002.

“O que a gente sabe é o que vocês (jornalistas) sabem. Parece que o desgaste (com o Flamengo) foi por inadimplência e problema particular. É o que a gente lê. O fluxo de informação é esportivo, administrativo e, depois, financeiro. A comissão que tem de ver, passar para a gente se interessa ou não. A partir daí a gente equaciona ou não. Mas economicamente não cabe no nosso orçamento, que está comprometido. Precisaríamos de um parceiro, porque não dá para fazer muito sozinho. Diretamente, não falamos sobre o Gaúcho, não. Ainda mais porque ele estava jogando e não temos dinheiro”, afirmou ao Lancenet.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PARANAÍBA
Foragido da justiça é preso pela Polícia Militar quando realizava direção perigosa
SANTA RITA DO PARDO
Suspeito de tráfico de drogas é preso pela Polícia Civil
ESPORTES
Japão enfrenta obstáculos para vacinar a tempo da Olimpíada
PARANAÍBA
Polícia Militar prende homem por portar drogas para consumo pessoal