Menu
Busca sábado, 19 de setembro de 2020

4º BPM sedia lançamento da "Operação Fronteira Unida"

4º BPM sedia lançamento da "Operação Fronteira Unida"

12 dezembro 2011 - 13h55
Divulgação

O secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública de Mato grosso do Sul, Wantuir Jacini, acompanhou na manhã de sexta-feira (9/12) o início da Operação Fronteira Unida, no 4º BPM de Ponta Porã. O objetivo da operação é fechar a fronteira dos municípios de Mundo Novo a Corumbá, coibindo o tráfico de drogas e contrabando através de barreiras fixas em rodovias, estradas vicinais e operações nos centros urbanos.

A operação é desenvolvida pelo Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira (GGI-Fron), e conta com a participação das Polícias Militar, Rodoviária Estadual, Civil, Federal, Rodoviária Federal, Departamento de Operações de Fronteira (DOF), Força Nacional, Exército, Marinha, Polícia Nacional do Paraguai e órgãos policiais da Bolívia. O GGI-Fron atua na integração entre os órgãos da justiça criminal e defesa social no combate ao crime organizado e ao tráfico ilícito de entorpecentes.

Nas dependências do 4º BPM, o Secretario de Estado de Justiça e Segurança Pública de Mato grosso do Sul, Wantuir Jacini fez uma breve explanação sobre a temática do GGI-Fron, após o Cap QOPM Edson Guardiano – Chefe de Operações indicou os locais de abordagens na área urbana e igualmente os locais onde haverá barreiras moveis e fixas por parte do DOF, PRE e Exercito, alem do patrulhamento aéreo com helicóptero do Exercito Brasileiro apoiando as viaturas em solo principalmente em áreas ao norte e sul de Ponta Porã (Antonio João e Itamarati) e (Aral Moreira e Paranhos), foram acionados aproximadamente 150 homens para a realização desta operação.

Na última quinta-feira (8), com a formalização da adesão ao projeto Estratégia Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras (Enafron), em Brasília, o Estado de Mato Grosso do Sul deverá receber R$ 4,5 milhões para fortalecer as suas ações de segurança nas fronteiras. “São recursos que vamos aplicar em três áreas: a inteligência policial, a perícia e o Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira – o GGI-Fron. Trata-se de uma estratégia formulada pela Presidência da República, através do Ministério da Justiça e Ministério da Defesa, para os 11 estados da fronteira. Como consequência dessa estratégia, duas grandes operações já estão sendo realizadas: a Sentinela e a Ágata”, afirmou o secretário Wantuir Jacini.

Os convênios iniciais do projeto Enafron destinarão R$ 35 milhões para fortalecer as ações de segurança nos Estados brasileiros localizados na divisa com outros países. Nas duas operações, acontecem ações coordenadas: a Sentinela, a cargo do Ministério da Justiça, envolve a Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, a Força Nacional e as secretarias estaduais da área (em MS, a Secretaria de Justiça e Segurança Pública). Já a Operação Ágata tem à frente as Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica) e também a participação da Sejusp. “Em Mato Grosso do Sul está em andamento a Operação Ágata 3. Na sequência, terá a Operação Sentinela”, lembrou Jacini.

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), instalou no dia 30 de agosto em Ponta Porã o Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira (GGI-Fron). Este é o segundo gabinete de fronteira instituído em Mato Grosso do Sul. O primeiro foi instalado em abril deste ano em Corumbá.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLICIA CIVIL
Veículo tomado em golpe do falso frete em Dourados é recuperado
DOURADOS
Após reclamações de calorão, prefeitura fará 'reparos' na Central do Cidadão
SAÚDE
Governo brasileiro confirma intenção de aderir à Covax
Alerta
Morador de MS recebe pacote de sementes da China por correio e governo emite alerta para riscos