Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020

À espera de Adriano, Tite tem dor de cabeça boa e esboça 'ataque do sonhos'

À espera de Adriano, Tite tem dor de cabeça boa e esboça 'ataque do sonhos'

03 outubro 2011 - 10h33Por UOL
Tite sempre se esquivou de responder sobre quem escalaria no ataque estrelado do Corinthians se tivesse todos os jogadores à sua disposição. Agora, não tem mais como adiar e terá que resolver o ‘bom problema’. Na reta final do Brasileirão, ele terá seu ataque dos sonhos, já que Adriano deve fazer sua estreia contra o Atlético-GO e os retornos de Emerson e Liedson estão perto de acontecer.

Todos eles vão se juntar a Willian e Jorge Henrique, titulares no empate por 2 a 2 contra o Vasco, domingo, em São Januário. Além deles, os meias Alex e Danilo fizeram boa partida e também pode atuar adiantados. Sem espaço para todos, o técnico terá a chamada ‘dor de cabeça boa’ para decidir.

Ele já disse que é possível escalar o badalado trio Liedson, Emerson e Adriano, mas a formação ainda não será possível no próximo compromisso no Pacaembu. O Sheik ainda cumpre mais uma partida de suspensão e Tite mantém cautela em como aproveitar Imperador. A diretoria se preocupa em não se precipitar para evitar o risco de uma nova lesão e o mais provável é que comece o jogo no banco de reservas.

“Se o técnico dá a oportunidade para um jogador sem condições, é incompetente. É fácil levar para o banco, ver o time perdendo e colocar o cara. Mas depois perco ele para o próximo jogo. Ele tem que se sentir bem para entrar. A partir do momento que tiver 30 minutos de condições, não posso abrir mão da qualidade dele. Se puder jogar 30 minutos já vem para o banco”, disse.

A expectativa é que o atacante seja confirmado após mais de cinco meses de recuperação de lesões e prazos adiados. Em abril deste ano, ele foi operado após sofrer uma ruptura total do tendão de Aquiles da perna esquerda. O departamento médico trabalhava com o prazo da estreia em agosto, mas foi justamente nessa época que ele voltou a treinar com bola. A previsão da volta no mês de setembro também não se concretizou.

Após ser expulso contra o Bahia e ficar fora contra o Vasco, Emerson ainda tem um jogo de suspensão para cumprir. Liedson tem chances de voltar após ficar fora das duas últimas partidas por causa de um problema crônico no joelho esquerdo.

Tite não vê a hora de contar com todo o grupo. "Não sei se o Adriano tem condições, a gente vai incentivar para isso. Eu quero o Liedson, eu quero a equipe toda, eu quero o Chicão, Ramon, Ramires. Eu quero estar com o grupo todo neste momento decisivo", concluiu.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Com proximidade de novo feriado, SES alerta que Covid não está controlada no Estado
ECONOMIA
Confiança dos Serviços cresce 2,9 pontos em setembro, diz FGV
O índice chegou a 87,9 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos
POLÍTICA
Bolsonaro diz que está aberto a sugestões para recuperação da economia
JUSTIÇA
Paciente atendida em rede particular deve arcar com despesas da internação