Menu
Busca terça, 20 de outubro de 2020

Título Interno

22 agosto 2011 - 09h10
Agência Brasil

Um grupo de 57 alunos do curso de formação de fuzileiros navais está internado no Hospital Naval Marcílio Dias, na zona norte do Rio, desde a última quinta-feira (18).

A única informação oficial a respeito está em uma nota divulgada pelo Comando do 1º Distrito Naval. Segundo a nota, no início da semana passada, foram identificados alguns casos de síndrome respiratória em recrutas fuzileiros navais lotados no Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela (Ciampa), em Campo Grande, zona oeste do Rio de Janeiro.

Segundo a nota, os militares foram encaminhados ao Hospital Naval Marcílio Dias (HNMD) “para confirmação diagnóstica e tratamento” e que dois dos alunos encontravam-se em “terapia intensiva”. O comando assegurou que foram tomadas “as necessárias medidas de vigilância, prevenção e controle, em ação conjunta com a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro”.

A nota termina informando que a causa da síndrome respiratória estava “sendo pesquisada”. Ainda na tarde deste domingo, a Secretaria Municipal de Saúde informou que havia coletado material de todos os 57 alunos do Ciampa e que esperava, com os exames, determinar a causa da doença que vitimou os alunos, mas não estipulou um prazo para a divulgação do resultado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS 43 ANOS
Com mais da metade da pavimentação da MS-379 concluída, Aral Moreira conta com R$ 166 milhões de investimento
MS
PRF, PC e PM apreendem mais de 9 toneladas de maconha em Aparecida do Taboado
LEGISLATIVO
Três projetos devem ser votados na sessão ordinária desta terça-feira
INTERNACIONAL
Paciente internado com covid pode ter sintomas por meses, diz estudo