Menu
Busca domingo, 20 de setembro de 2020

Analistas reduzem estimativa de crescimento da economia pela terceira semana

Analistas reduzem estimativa de crescimento da economia pela terceira semana

12 dezembro 2011 - 10h48Por Agência Brasil
A estimativa de analistas do mercado financeiro para o crescimento da economia – Produto Interno Bruto (PIB) –, este ano, caiu pela terceira semana seguida, ao passar de 3,09% para 2,97%. Para 2012, a projeção também caiu – de 3,48% para 3,40%.

Essas projeções estão no boletim Focus, publicação semanal do Banco Central (BC), elaborada com base em estimativas do mercado financeiro para os principais indicadores da economia.

A expectativa para o crescimento da produção industrial, neste ano, caiu de 0,94% para 0,93%, pela sexta vez consecutiva. Para 2012, a projeção segue em 3,46%.

A projeção para a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB permanece em 38,5%, em 2011, e em 38%, em 2012.

A expectativa para a cotação do dólar passou de R$ 1,79 para R$ 1,80, para o final de 2011, e continua em R$ 1,75 no próximo ano. A previsão para o superávit comercial (saldo positivo de exportações menos importações) passou de US$ 28,70 bilhões para US$ 28,77 bilhões, neste ano, e foi ajustada de US$ 17 bilhões para US$ 17,45 bilhões, em 2012.

Para o déficit em transações correntes (registro das transações de compra e venda de mercadorias e serviços do Brasil com o exterior), a estimativa passou de US$ 54,53 bilhões para US$ 54,30 bilhões, em 2011, e de US$ 68,15 bilhões para US$ 68 bilhões, no próximo ano.

A expectativa para o investimento estrangeiro direto (recursos que vão para o setor produtivo do país) foi ajustada de US$ 60 bilhões para US$ 60,10 bilhões, neste ano, e mantida em US$ 54 bilhões, em 2012.

Deixe seu Comentário

Leia Também

INTERNACIONAL
Protestos contra monarquia ganham força na Tailândia
CAMPO GRANDE
Homem tenta fugir, mas acaba preso com tabletes de maconha em mochila
NATUREZA
As histórias por trás de 3 fotos dos incêndios no Pantanal que viralizaram
ESPORTES
Vice-presidente do Flamengo defende volta da torcida aos estádios