Menu
Busca terça, 19 de janeiro de 2021

Conselho denuncia ação de "jagunços" em Miranda

29 junho 2012 - 15h30
MS Já


Segundo o Conselho Indigenista Missionário da Igreja Católica, indígenas da etnia Terena foram impedidos de entrar em uma fazenda por pessoas que descreveram como "jagunços" em Miranda.

O fato teria ocorrido no dia 23 desse mês quando 120 adultos e 40 crianças teriam sido abordados por 20 jagunços “fortemente armados”, segundo o Cimi.

Os índios estavam acampados à 50 metros da área que tentaram retomar, porém, quando viram os homens, teriam desistido. “Estamos preocupados com a possibilidade de um conflito direto. Eu mesmo já recebi várias ameaças de morte”, afirmou Joelson Terena ao Cimi.

“A terra reivindicada pelos Terena sofre com a morosidade no processo de demarcação pela Fundação Nacional do Índio (Funai). Desde os tempos de Serviço de Proteção ao Índio (SPI) o território é reclamado pelos indígenas. Estudo antropológico e relatório cartográfico da área estão prontos, mas a falta da análise jurídica impede o reconhecimento. Uma visita da presidente da Funai, Marta Azevedo, está agendada para o próximo mês”, explicam os membros do Conselho Missionário.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Pazuello: embarque de vacinas da Índia deve ter solução esta semana
POLÍCIA
Veículos com cigarros e agrotóxicos contrabandeados do Paraguai foram apreendidos pelo DOF
CORONAVÍRUS
Vacina chega a Mato Grosso do Sul e distribuição aos municípios começa ainda hoje
ECONOMIA
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras