Menu
Busca quarta, 23 de setembro de 2020

Corinthians empata clássico e volta à liderança

Corinthians empata clássico e volta à liderança

11 agosto 2011 - 09h26Por UOL
A seleção brasileira, lesões e suspensões esvaziaram o clássico Santos x Corinthians, em partida isolada na noite desta quarta-feira, pelo Brasileiro. Sem Neymar, Liedson, Ganso, Ralf etc, o jogo não teve um astro para resolver, e o placar terminou 0 a 0 na Vila Belmiro.

Melhor para o Corinthians, que segurou a pressão dos donos da casa, principalmente no segundo tempo, igualou os 33 pontos do Flamengo e voltou à liderança do campeonato - tem uma vitória a mais do que o time carioca. O Santos subiu para o 14º lugar, com 15 pontos e dois jogos a menos do que os demais.

Antes mesmo de a bola rolar, Muricy Ramalho lamentou as ausências de Neymar, Ganso e Ralf, que defenderam o Brasil em amistoso contra a Alemanha. “Acho que esvazia um pouco o clássico, mas é a seleção e temos que entender.”

No primeiro tempo, a equipe de Parque São Jorge teve as melhores oportunidades, porém pecou na pontaria. A etapa final foi totalmente diferente, com o conjunto da Baixada tentando sufocar o rival, porém faltou colocar a bola para dentro.

Apesar de ter treinado com três zagueiros na véspera do duelo, Muricy adotou o 4-4-2, com Ibson e Elano na meia e Diogo como parceiro de ataque de Borges.

Já Tite repetiu o 4-2-3-1, com Danilo pela esquerda, Willian na direita e Sheik de centroavante. Logo aos 13min, Fábio Santos se machucou e teve de ser substituído por Welder, lateral destro improvisado na esquerda.

A marcação prevaleceu nos 22 minutos iniciais de bola rolando, quando nenhuma finalização a gol aconteceu. A partir daí o Corinthians passou a dominar o confronto, enquanto o Santos errou muitos passes do meio para frente.

O time da capital chegou com perigo à área santista em três oportunidades, quando Alex, Emerson e Chicão chutaram por cima do gol.

O primeiro arremate dos donos da casa ocorreu somente aos 31min, quando Elano arriscou de fora da área e Danilo Fernandes defendeu com segurança. Na linha ofensiva do time litorâneo, Ibson e Diogo erraram demais e facilitaram a vida dos corintianos.

“Não está um jogo aberto, as duas equipes estão marcando muito, então dá a impressão de um jogo tecnicamente fraco. Quem errar menos vai levar”, analisou o lateral-esquerdo Leo, durante o intervalo.

“Eles estão fechadinhos, temos de procurar trocar passes para ver se aparece um espaço”, opinou Sheik do outro lado.

O Santos voltou melhor para a etapa final criou mais no ataque. Elano, após bela tabela com Borges, invadiu a área e exigiu boa defesa de Danilo logo aos 6min.

A torcida da Baixada se animou com a superiorirdade do time de Muricy. Aos 23min, Borges recebeu nas costas da zaga e, sozinho na área, chutou para fora. Os técnicos mexeram nas escalações, porém o placar não foi alterado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Acusação indevida de assédio moral gera indenização
PONTA PORÃ
Caminhões com 120 bovinos trazidos ilegalmente do Paraguai foram apreendidos pelo DOF
MEIO AMBIENTE
Infratora é autuada em R$ 56 mil por incêndio em madeira que se alastrou para pastagem
COMBUSTÍVEIS
ANP realiza mais de 7,4 mil fiscalizações no semestre