Menu
Busca domingo, 29 de novembro de 2020

Demanda mundial de alimentos deve garantir bons resultados no agronegócio em 2012

Demanda mundial de alimentos deve garantir bons resultados no agronegócio em 2012

16 novembro 2011 - 16h45
Divulghação (TP)

A combinação de preços de commodities elevados, custos interno estáveis e boa produtividade têm assegurado, nos últimos quatro anos, resultados favoráveis para agricultura brasileira. Em 2012, o cenário positivo deve permanecer. Essa é a avaliação do engenheiro agrônomo André Pessoa, da Agroconsult, que estará presente em Campo Grande (MS), no próximo dia 25, durante o Seminário MS Agro, que acontece na Federação de Agricultura e Pecuária de MS (Famasul).

De acordo com André, que é também o idealizador do Rally da Safra e da Pecuária, apesar da crise financeira no mercado externo, a demanda por alimentos nos países em desenvolvimento, continua alta, gerando a perspectiva de preços elevados em 2012 para quase todas as commodities agrícolas. “Em média, os níveis de preços lá fora devem ser menores que os praticados em 2010 e 2011, mas ainda suficientes para uma boa margem de lucro. Boa parte do custo de produção foi formado com a compra de insumos, realizada antes da subida da taxa de câmbio e com uma relação de troca em nível historicamente favorável. As chances de repetir um bom nível de rentabilidade em 2012 são altas”, analisa.

Mesmo diante de perspectivas positivas, André aponta medidas de prevenção para o produtor rural. “Devem buscar melhorias no processo de gestão de riscos da atividade. O risco de clima deve ser mitigado com uso de seguro agrícola e o risco de oscilações de preços com uso de venda antecipada que tanto pode ser na Bolsa, via mercado futuro, e de derivativos ou via contratos de troca com tradings ou empresas de insumos”, aconselha. O engenheiro agrônomo também salienta a importância da capacitação de toda equipe de trabalho. “É o capital humano que faz grande diferença na eficiência do uso das modernas tecnologias que estão à disposição hoje dos nossos agricultores”, finaliza.




MS Agro – Em sua segunda edição, o MS Agro irá apontar os cenários econômicos e as tendências de mercado. O evento é gratuito e terá ainda como palestrantes o professor e pesquisador do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (CEPEA/USP), Sérgio De Zen, e o engenheiro agrônomo, doutor e professor do CEPEA e consultor do World Bank, da Food and Agriculture Organization (FAO) e da Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F). Geraldo Sant’Anna de Camargo Barros.

O Seminário é uma realização da Famasul e conta com o apoio da Aprosoja, Bolsa Brasileira de Mercadorias (BB&M), Banco do Brasil, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/MS), Sebrae/MS e Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB/MS). O evento acontece no dia 25 de novembro, no auditório da Famasul. A participação é gratuita e as vagas são limitadas. As inscrições devem ser feitas pelo telefone 3043-5219.


Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Caixa paga auxílio emergencial para nascidos em maio
INTERNACIONAL
Papa nomeia novos cardeais, entre eles o primeiro afro-americano
DETRAN
Contran revoga Resolução que interrompia prazos de serviços e divulga calendário para CNH
NOTÍCIAS
Com ambiente 3D, Secretaria de Estado de Saúde realiza 4° Meeting Nacional de Farmácia Clínica