Menu
Busca domingo, 17 de janeiro de 2021

Deputado federal chama setores da imprensa local e do MS de “jabazeira”

Deputado federal chama setores da imprensa local e do MS de “jabazeira”

25 maio 2012 - 13h37
MS JÁ com Conesulnews e Rádio 91.5 FM Cerro Corá de Pedro Juan Caballero/PY

O deputado Federal Geraldo Resende (PMDB) durante evento realizado na cidade de Amambai, fez críticas à setores da imprensa estadual e em especial de Dourados, a qual definiu como “meios de comunicação que querem funcionar como partidos políticos”. Sem citar nomes, o deputado criticou os jornais que segundo ele, publicaram informações de que se ele perdesse nas pesquisas para o Deputado Marçal Filho iria apoiar outra candidatura.

“Estes são veículos de comunicação que tem amor remunerado, recebem recursos para ficar desconstruindo imagens e histórias, infelizmente isso virou uma praga no nosso estado e virou uma praga na cidade de Dourados. São meios de comunicação que querem funcionar como partidos políticos, são meios de comunicação que ao invés de informar, desinformam a população, muitos deles recebendo o chamado ‘jabá’. São os verdadeiros ‘jabazeiros’ da prática de uma imprensa marrom e golpista que eu abomino e estes são os que fazem estes tipos de acerto”, afirmou o parlamentar.

O próprio parlamentar confirmou via telefone que a crítica se referia à setores da imprensa e disse ter uma lista com nomes de jornalistas que receberiam recursos e favorecimentos em troca de notícias.

Marçal

Ele também deu declarações sobre a pré-candidatura do deputado Marçal Filho (PMDB), que pode ser indicado como candidato para enfrentar Murilo Zauith (PSB) nas próximas eleições.

“Eu gostei, pois, celebrei um acordo político de quem estivesse melhor nas pesquisas seria o representante do partido em Dourados. Houve então um impasse porque eu sai na pesquisa qualitativa e o Marçal saiu com uma pontuação um pouco maior do que eu na quantitativa, mas, para que nós tivéssemos candidato e já tivéssemos a primeira vitória, porque o partido há 20 anos não tem candidato a prefeito em Dourados, eu retirei o meu nome da disputa e sou o primeiro soldado a frente da pré-candidatura à prefeito do deputado Marçal Filho”, afirmou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Técnicos da Anvisa recomendam uso emergencial da vacina de Oxford
EDUCAÇÃO
Enem 2020: confira hoje a correção das provas ao vivo
BRASIL
Mesmo com vacina, vitória sobre coronavírus passa por 'mudança de comportamento social'
Antônio Barra Torres deu declaração ao abrir reunião da Anvisa que analisa pedidos de uso emergencial de duas vacinas contra Covid-19
SAÚDE
Ocupação de leitos em UTI Covid continua alta nas cinco macrorregiões do Estado