Menu
Busca domingo, 12 de julho de 2020

Diretor de escola é encontrado com aluna em motel

Diretor de escola é encontrado com aluna em motel

31 julho 2011 - 08h08Por Fonte: Último Segundo IG
O diretor de uma escola estadual do Maranhão foi preso em flagrante na noite de quinta-feira (28) com uma aluna de 15 anos dentro de um quarto de motel em Presidente Dutra, cidade a 307 quilômetros de São Luís. Tarcísio Silvestre Ferreira, 56 anos, era gestor da Escola Estadual dos Bandeirantes, colégio onde a adolescente estudava. Ele responderá pelo crime de abuso sexual contra criança e adolescente.

O flagrante aconteceu por volta das 21h, após denúncias anônimas de pessoas da comunidade. Nos depoimentos, a adolescente afirmou que mantinha um relacionamento amoroso com o professor desde o final do ano passado e que desde março mantinha relações sexuais regularmente com ele. O professor confirmou o relacionamento, mas negou que tivesse feito sexo com a aluna.

Para a adolescente, o diretor, que é casado, prometia que eles assumiriam o namoro quando ela atingisse 18 anos. Era o tempo necessário também para que ele se divorciasse da esposa. Na tarde desta sexta-feira, os dois se submeteram a exames de corpo de delito para confirmar se houve relações sexuais entre os dois. Os laudos ficarão prontos nos próximos dias.

Segundo o superintendente da delegacia regional de Presidente Dutra, delegado Edmar Cavalcante, não houve violência nos atos sexuais, mas, pela idade da jovem, há a caracterização de abusos por parte do diretor da escola. “Pela diferença de idade e de maturidade, a adolescente não tinha condições de se defender. Era uma relação viciada. A jovem não exercia sua vontade plena”, disse o delegado.

A Secretaria Estadual de Educação do Maranhão (Seduc), no final da tarde desta sexta-feira, afastou o professor Tarcísio Ferreira e anunciou a abertura de processo administrativo disciplinar que acompanhará as investigações da polícia. “A adolescente receberá toda a assistência necessária”, informou o governo do Maranhão. O diretor está sujeito a uma pena de quatro a dez anos de prisão e a ser exonerado do cargo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLICIAL
Homem irá responder em liberdade após tentar abusar sexualmente de sobrinha menor de idade no MS
CRIME AMBIENTAL
Comerciante leva multa de R$ 37 mil por desmatamento em Bela Vista
EDUCAÇÃO
Sisu tem 814,47 mil candidatos inscritos em todo Brasil
CASSILÂNDIA
Justiça aumenta pena-base de condenado por estelionato