Menu
Busca terça, 24 de novembro de 2020

Endividados comprometem até o 13º salário

24 janeiro 2012 - 10h46Por Correio do Estado
O primeiro mês de 2012 sequer chegou ao fim e já tem gente comprometendo o 13º salário, pago normalmente só em novembro e dezembro. Com empréstimos que chegam a 100% do valor do benefício, e juros considerados baixos no mercado das financeiras, os bancos tentam atrair cada dia mais pessoas.

Somente em um deles, 15 mil contratos desta modalidade foram fechados nos primeiros 20 dias de janeiro em Mato Grosso do Sul, 7,1% a mais que o ano passado, quando foram 14 mil antecipações. Mesmo com a possibilidade de dinheiro na mão, fica o alerta: empenhar o 13º é tirar dinheiro do fim do ano, marcado pelos gastos com festas e presentes.

Para a economista especializada em finanças pessoais, Andréia Ferreira, o consumidor deve pensar muito antes de decidir antecipar o 13º salário. "Compensa se for pegar o dinheiro para deixar toda a vida financeira em dia", afirmou. Essa é a primeira, mas não a única dica, para ficar no azul em 2012. "Depois tem que cuidar dos gastos, e começar a guardar um pouco de dinheiro por mês, por causa dos gastos adicionais em dezembro, quando a pessoa não vai ter mais o benefício", alertou Andréia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Brasileiros acreditam em inflação de 4,8% nos próximos 12 meses
CORONAVÍRUS
Diagnosticado com covid-19, o vice-prefeito de Ponta Porã, Caio Augusto (PSD), está internado na UTI
POLÍTICA
Lei sobre Internet das Coisas pode gerar milhões de empregos
Avaliação é do Ministério das Comunicações
OPERAÇÃO MOTOR DE LAMA
RF, PF e CGU combatem esquema de lavagem de dinheiro e evasão de divisas no estado do MS