Menu
Busca sábado, 27 de fevereiro de 2021

Explosões e ataques suicidas atingem Bagdá e matam 28 pessoas

12 outubro 2011 - 23h46Por Reuters
Homens-bomba e explosões de bombas alvejaram policiais em Bagdá ontem, matando pelo menos 28 pessoas e deixando dezenas de feridos, no segundo dia de ataques em série na capital iraquiana em menos de uma semana.

A sequência de ataques aparentemente coordenados intensificou os receios sobre a capacidade das forças de segurança de conterem a insurgência renitente, a despeito de uma redução na violência, enquanto as últimas tropas americanas se preparam para deixar o país até o final deste ano.

Um homem-bomba atirou um veículo repleto de explosivos contra uma delegacia de polícia no distrito central de Alwiya, matando 14 pessoas -- entre elas oito policiais-- e ferindo 28, e outro explodiu seu carro diante de um prédio da polícia em Hurriya, no noroeste da capital, matando oito pessoas e ferindo 27, segundo a polícia e hospitais.

'Um carro se aproximou e ... o motorista passou à força pelo checkpoint e explodiu o carro ao atingir uma barreira de concreto', disse à Reuters o tenente de polícia Nadeer Adel. 'Havia fumaça por toda parte, e todos nos escondemos. Minutos depois encontramos uma cratera, e alguns de nossos policiais estavam mortos.'

A explosão em Hurriya queimou veículos da polícia e danificou os muros azuis de proteção antibombas da delegacia. Em outros bairros, as explosões quebraram vidraças em casas e lojas vizinhas, espalhando detritos pelas ruas.

Um carro-bomba também alvejou uma patrulha policial no bairro de Ilaam, matando pelo menos três pessoas, e uma bomba na rua atingiu uma patrulha do exército em Hurriya, matando um civil e ferindo 12 pessoas, em sua maioria soldados, segundo a polícia.

Dois policiais morreram e sete pessoas ficaram feridas quando uma bomba atingiu outra patrulha policial no bairro Washash, de maioria xiita, na zona oeste de Bagdá.

Nenhum dos grupos insurgentes ou milícias do Iraque reivindicou os ataques, mas ataques suicidas geralmente são usados pelas organizações filiadas à Al Qaeda no Iraque, que muitas vezes alvejam as autoridades locais.

Pelo menos dez pessoas foram mortas na segunda-feira em três explosões sucessivas no bairro de Washash. A primeira explosão foi seguida por duas outras quando os serviços de emergência chegaram ao local para prestar atendimento aos feridos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Satélite brasileiro será lançado na madrugada deste domingo
PARANAÍBA
Polícia Militar tira de circulação mais um casal traficante de drogas
LEGISLATIVO
Deputado Neno Razuk solicita verbas para recapeamento de trecho da MS-487
REGIÃO
PMA autua infrator por construção de dreno poluindo córrego e por manter gado degradando margens