Menu
Busca domingo, 29 de novembro de 2020

nscrições do Programa Vale-Universidade Índígena começam hoje

15 fevereiro 2012 - 10h17Por Assessoria
As inscrições para o processo seletivo do Programa Vale Universidade Indígena, terão início hoje (16), às 8 horas e encerramento do dia 6 de março de 2012, às 16 horas . O Programa instituído pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas), tem como objetivo apoiar acadêmicos indígenas da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), durante a formação universitária.

As inscrições podem ser feitas pelo site www.setas.ms.gov.br. O Vale-Universidade Indígena proporciona benefício social que assegura condições para conclusão do ensino superior. Através de estágio o estudante adquire experiência profissional para ingressar no mercado de trabalho. O Programa é executado e monitorado pela Superintendência de Projetos Especiais (Suproes) que é vinculada a Setas.

Para se inscrever o candidato deve acessar o site e ler todos os itens antes de realizar a inscrição. Na página está disponível, a lei, o decreto, a resolução e em seguida a ficha de inscrição. O próprio sistema informatizado fará a pré-seleção do acadêmico, por essa razão, é muito importante que sejam devidamente preenchidos todos os campos e ao finalizar a inscrição será gerado o protocolo que deve ser impresso e apresentado caso seja pré-selecionado para entrevista.

Após encerrado o processo inicial, o cadastro do candidato será avaliado e em seguida ocorrerá a classificação, onde o acadêmico pré-selecionado será entrevistado e deverá confirmar as informações repassadas através da apresentação dos documentos requeridos.

O Programa Vale Universidade Indígena é aberto para o acadêmico indígena que comprove: ser índio, mediante apresentação do Registro Administrativo de Nascimento de Índio – Rani, expedido pela Funai; estar matriculado em curso de bacharelado ou licenciatura, reconhecido nos termos da legislação vigente, mantido pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul - UEMS; não possuir outro curso de bacharelado ou licenciatura; ter residência fixa no Estado de Mato Grosso do Sul à mais de dois anos; não ser beneficiado por qualquer outro tipo de benefício ou de auxílio financeiro, com a mesma finalidade deste Programa; não ter registro de reprovação de qualquer disciplina na data de inscrição no Programa; não possuir, simultaneamente, outro membro da família beneficiado neste Programa e ter renda familiar até 3 salários mínimos.

O acadêmico habilitado no Programa Vale Universidade Indígena receberá o benefício social no valor de R$ 300,00 mensais e auxílio para transporte até o local de execução das atividades no valor de R$ 46,00 mensais. Em contrapartida, o beneficiado realizará atividades complementares de 12 horas semanais, em órgãos e entidades da administração pública estadual, municipal ou organizações não-governamentais, para aprimorar a sua formação profissional com a aplicação dos conhecimentos adquiridos em sala de aula, contribuindo para o reflexo do processo educativo no fortalecimento das culturas e comunidades indígenas de Mato Grosso do Sul, proporcionando experiência profissional necessária para a inserção no mercado de trabalho e assegurando-lhes condições para conclusão do ensino superior.

O Vale Universidade Indígena é voltado para aqueles que ainda não possuem graduação em um curso superior.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOTÍCIAS
Com ambiente 3D, Secretaria de Estado de Saúde realiza 4° Meeting Nacional de Farmácia Clínica
LOTERIA
Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio principal acumula em R$ 7 milhões
PANDEMIA
Covid-19: aumento no número de casos coloca 31 municípios em grau de risco no Prosseguir
ELEIÇÕES 2020
Eleitores de 57 cidades voltam às urnas neste domingo no segundo turno