Menu
Busca quarta, 25 de novembro de 2020

Jiboia foi vista quando atravessava movimentada avenida de Campo Grande.

Especialista diz que o animal sai em busca de abrigo e de alimento

29 dezembro 2011 - 10h18
G1 MS

Na manhã desta quarta-feira (28) o internauta Janio Pereira de Souza, 51 anos, flagrou o momento em que uma jiboia atravessava a avenida José Barbosa Rodrigues, em Campo Grande. Santos trabalha como vendedor e estava indo visitar um cliente quando viu alguns veículos diminuindo a velocidade e desviando de um obstáculo.

“Quando cheguei mais perto vi que se tratava de um cobra, o motorista de uma caminhonete havia encostado e estava ajudando a desviar o transito, para ajudar o animal chegar até o outro lado da rua. Então eu também parei e ajudei e aproveitei para tirar as fotos”, explica o vendedor.

Segundo a bióloga e veterinária Paula Helena Santa Rita, responsável pelo Biotério da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), de Campo Grande, que viu as fotos da cobra, o animal das imagens tem aproximadamente dois metros é se trata de uma jiboia, que é comum nas regiões de cerrado.

A especialista explica que o animal não é venenoso. “A jiboia mata suas presas por constrição, como a sucuri, apertando a vítima até que a mesma morra por asfixia ou parada cardíaca”, explica a bióloga.

Paula Helena diz que o próprio crescimento da cidade causou impacto ambiental e reduziu o habitat dos animais, que passam a se movimentar mais e a serem vistos com mais frequência, em razão da busca por novos abrigos e alimento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Empresa contratada por município receberá somente pelo serviço executado
MS
Procon alerta pais para ficarem atentos à lista de materiais e venda casada
ECONOMIA
Pandemia provoca redução de investimentos estrangeiros no país
ESPORTES
Morre Diego Maradona, aos 60 anos, após parada cardiorrespiratória