Menu
Busca quinta, 06 de agosto de 2020

Lei obriga reserva de mesas a cadeirantes em restaurantes em MS

07 setembro 2011 - 10h16Por Assessoria
Lei publicada na terça-feira (6), no Diário Oficial do estado obriga a reserva de 5% de mesas e cadeiras para idosos, deficientes físicos e gestantes nas praças de alimentação dos shoppings centers comerciais e restaurantes em Mato Grosso do Sul.

Os estabelecimentos que não respeitarem a determinação podem pagar multa que chega a 1,5 mil Uferms, o equivalente a R$ 23,5 mil na cotação de hoje.

De acordo com a publicação, os lugares devem ser identificados com avisos ou características que os diferenciem dos destinados ao público em geral. Os locais também devem se adaptar para permitir acesso de cadeirantes.

O prazo para adequação é de noventa dias. A lei só não será obrigatória para os empresários que apresentarem laudo técnico indicando a impossibilidade de adaptação para as determinações.

O governo estadual vetou apenas o artigo que obriga o Poder Executivo a fiscalizar a veracidade do laudo técnico apresentado, já que a acessibilidade já está prevista em lei federal. Além disso, o estado não tem órgão ou entidade para a fiscalização deste serviço.

A penalidade inicial prevista pode ser advertência e, caso irregularidade não for sanada, multa de 100 Uferms. Para reincidentes, valor pode subir até 1,5 mil Uferms.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Agentes prisionais tiveram saúde mental abalada na pandemia
Pesquisa mostra que tensão entre os presos é um dos motivos
SAÚDE
MP destina R$ 1,99 bilhão para viabilizar vacina contra covid-19
TRÊS LAGOAS
Polícia Militar Ambiental captura jiboia em condomínio
NOTÍCIAS
Paraguai prevê reabertura de lojas da fronteira em setembro
Ministro de Relações Exteriores diz que conversa está avançada com governo brasileiro