Menu
Busca sábado, 23 de janeiro de 2021

Mais dois prefeitos devem desistir da reeleição em Mato Grosso do Sul

Mais dois prefeitos devem desistir da reeleição em Mato Grosso do Sul

25 maio 2012 - 14h04
Conjuntura Online

Mais dois prefeitos devem desistir da reeleição em Mato Grosso do Sul, ampliando para seis a lista dos que preferem ir para casa cuidar de seus afazeres pessoais.

Até a semana passada, apenas quatro tinham anunciado extraoficialmente a intenção de não postular mais um mandato, embora essa decisão só será considerada oficial após as convenções de junho quando os partidos homologarão suas candidaturas.

Os prefeitos de Alcinópolis, Alcino Carneiro (PDT), e de Bela Vista, Chico Maia (PT), devem abrir espaço para outros projetos políticos, caso não decidam mudar de ideia até a data da convenção de seus partidos.

Na semana passada, o prefeito de Amambai, Dirceu Lanzarini (PR), anunciou sua decisão de não postular à reeleição, se juntando aos colegas Gilberto Garcia (PMDB), de Nova Andradina; Dinalva Mourão (PMDB), de Coxim; e Verônica Ferreira de Lima (PR), de Taquarussu.

No atual mandato, 43 prefeitos estão aptos a concorrer às eleições municipais de outubro, incluindo esses eventuais desistentes.

Apesar disso, boa parte deles não está empolgada com a ideia de enfrentar as urnas mais uma vez devido a vários motivos. A dificuldade maior é com a situação por qual passa os municípios, principalmente os de pequeno porte.

Em alguns casos, o prefeito prefere abrir caminho para correligionários e até aliados, obedecendo as articulações partidárias de seus líderes políticos.

Então vice-prefeito, Alcino Carneiro tomou posse em julho do ano passado em decorrência do afastamento do prefeito de Alcinópolis, Manoel Nunes (PR), que foi preso sob suspeitas de seu envolvimento no assassinato do então presidente da Câmara de Vereadores, Carlos Antônio Carneiro, filho do atual titular do cargo.

Embora desconheça em sua totalidade o número de colegas que não tem interesse na reeleição, o presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), prefeito de Chapadão do Sul, Jocelito Krug (PMDB), avalia que um dos motivos que tem desestimulado os agentes públicos é a falta de uma política tributária consistente.

Segundo ele, a atual política tributária do País engessa os municípios. “O governo federal tem anunciado vários programas que aparentemente contempla a todos, no entanto, o ônus maior sempre fica com os municípios”, exemplifica.

Krug cita por exemplo de dificuldade a aprovação de vários pisos salariais. “O problema é que o Congresso Nacional tem dado mais atribuições aos municípios sem instituir fonte de recursos”, critica.

A maioria dos municípios brasileiros sobrevive basicamente dos repasses constitucionais – FPM (Fundo de Participação dos Municípios) e ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

LISTA

Apesar da possibilidade de não participarem das eleições deste ano, esses seis prefeitos integram a lista dos que estão aptos a renovar seus mandatos:

Alcinópolis - Alcino Carneiro (PDT)

Amambai - Dirceu Lanzarini (PR)

Anastácio - Douglas Figueiredo (PSDB)

Anaurilândia - Edson Takazono (PMDB)

Antonio João - Luiz Regina da Cruz (PMDB)

Aparecida do Taboado - André Alves Ferreira (PMDB)

Aquidauana - Fauzi Suleiman (PMDB)

Aral Moreira - Edson de David (PTB)

Bandeirantes - Flávio Gomes (PR)

Batayporã - Edson Peres Ibrahim (PMDB)

Bela Vista - Chico Maia (PT)

Bodoquena - Jun Iti Hada (PMDB)

Camapuã - Marcelo Dualibi (DEM)

Cassilândia - Carlos Augusto da Silva (DEM)

Corguinho - Teophilo Barbosa Massi (PDT)

Coronel Sapucaia - Rude Paetzold (PMDB)

Costa Rica - Jesus Baird (PMDB)

Coxim - Dinalva Mourão (PMDB)

Deodápolis - Manoel Martins (PSDB)

Dois Irmãos do Buriti - Wlademir de Souza Volk (PT)

Douradina, Darci Freire (PDT)

Dourados – Murilo Zauith (PSB)

Eldorado - Marta Araújo (PT)

Figueirão - Getúlio Furtado Barbosa (PMDB)

Glória de Dourados - Arceno Athas Junior (PSB)

Guia Lopes da Laguna - Jácomo Dagostin (PMDB)

Iguatemi - José Roberto Felippe Arcoverde (PSDB)

Inocência - Antônio Ângelo Garcia dos Santos (DEM)

Jaraguari - Valdemir Nogueira de Souza (PP)

Jardim - Carlos Américo Grubert (PMDB)

Jateí - Arilson Nascimento Targino (PSDB)

Juti - Ricardo Justino Lopes (PSDB)

Ladário - José Antônio Assad e Faria (PT)

Maracaju - Celso Vargas (PDT)

Mundo Novo - Antonio Cavalcanti (PMDB)

Nova Andradina - Gilberto Garcia (PMDB)

Paranaíba - José Garcia de Freitas (PDT)

Pedro Gomes - Maura Teodoro Jajah (PMDB)


Ribas do Rio Pardo - Roberson Luiz Moureira (PPS)

Rio Verde de MT, Wilian Douglas de Britto (PR)

São Gabriel do Oeste - Sérgio Marcon (PSDB)

Taquarussu - Verônica Ferreira de Lima (PR)

Três Lagoas - Márcia Moura (PMDB)

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Pendências com o Simples atingem quase dois terços das empresas
PONTA PORÃ
Após tentativa de homicídio, Polícia Militar apreende submetralhadora 9mm
SAÚDE
Boletim Covid-19 deste sábado registra óbitos em 12 municípios
REGIÃO
PMA autua dois em R$ 3 mil por abandonar cachorro em estrada