Menu
Busca sexta, 22 de janeiro de 2021

Morre na capital a jornalista Margarida Marques

Morre na capital a jornalista Margarida Marques

18 agosto 2012 - 14h00
Conjuntura Online

Morreu na tarde desta sexta-feira (17) em Campo Grande a jornalista Margarida Gomes Marques, devido a complicações cardiorrespiratórias.


Margarida foi presidente do Sindjor-MS (Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso do Sul) e presidiu a Fertel (Fundação Estadual Jornalista Luiz Chagas de Rádio e Televisão Educativa de Mato Grosso do Sul), atuando tanto na TVE, atual TV Brasil Pantanal, e na rádio 104 FM.


Atualmente, ela trabalhava como assessora parlamentar na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, para o deputado estadual Pedro Kemp (PT). Gaúcha nascida em Bagé, ela veio morar em Campo Grande há 33 anos, e tinha cinco filhos e seis netos.


Margarida estava em licença médica há 15 dias, passando por uma bateria de exames. Ela chegou a ficar uma semana internada, mas recentemente voltou para casa. Durante os exames, foi descoberto um vírus não identificado no pulmão dela.


O velório de Margarida Marques acontece neste sábado (18), a partir das 7h, na capela da Pax Universo, que fica na rua 13 de Maio, 3611, em frente a Santa Casa. Depois, ela será levada para Porto Alegre (RS) pela família, onde será cremada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS
Em quatro dias, mais de 11 mil pessoas foram vacinadas contra Covid-19 em Mato Grosso do Sul
SAÚDE
Vacinas da AstraZeneca chegam ao Brasil
SAÚDE
Covid-19: Anvisa aprova segundo lote da vacina CoronaVac
CIDADES
Prorrogado por mais 15 dias o toque de recolher no MS