Menu
Busca sexta, 07 de agosto de 2020

Obrigação de Sócrates é lutar contra o alcoolismo, diz mulher

07 setembro 2011 - 19h57Por Folha.com
Pela primeira vez desde que Sócrates, 57, foi internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital Albert Einstein, Kátia Bagnarelli, mulher do ex-jogador, reconheceu ontem que os problemas que o marido vem enfrentando são em decorrência do consumo de álcool.

"Ele sempre foi tímido, às vezes se sentia muito sozinho, e a válvula de escape era a bebida. Ele sabia que isso um dia ia acontecer. Ele nunca mais vai poder beber nada. Ele tem uma doença [cirrose]. Já falei com os médicos e vamos resolver tudo aqui no Brasil mesmo", explicou Kátia.

Kátia disse também que vai incentivar Sócrates, assim que ele sair do hospital e se recuperar, a iniciar uma campanha contra o alcoolismo para conscientizar outras pessoas.

"Depois de tudo isso por que estamos passando aqui, é uma obrigação minha e dele tentar conscientizar as pessoas sobre o problema do alcoolismo. O arrependimento [dele] veio agora, me vendo sofrer e pelo sofrimento físico que ele está sentindo", completou.

Segundo ela, Sócrates não consome álcool desde o dia 10 de agosto, quando bebeu cerveja em Cuba. Se quiser entrar na fila do transplante de fígado, ele precisa estar 6 meses sem consumir bebida alcoólica.

Sócrates foi internado pela primeira vez no dia 19 de agosto por conta de uma hemorragia digestiva alta devido à hipertensão portal, uma pressão excessiva na veia porta, que leva o sangue do intestino para o fígado. Ele recebeu alta no dia 27, mas na última segunda foi internado novamente.

Formado em medicina, atualmente Sócrates trabalha como comentarista na TV Cultura e é colunista do "Agora São Paulo", do Grupo Folha, e da "Carta Capital". Como jogador, ele foi um dos principais nomes da chamada 'Democracia Corintiana' no início dos anos 1980 no clube paulista. Jogou ainda pelo Flamengo e pelo Santos, além do Botafogo-SP.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Agentes prisionais tiveram saúde mental abalada na pandemia
Pesquisa mostra que tensão entre os presos é um dos motivos
SAÚDE
MP destina R$ 1,99 bilhão para viabilizar vacina contra covid-19
TRÊS LAGOAS
Polícia Militar Ambiental captura jiboia em condomínio
NOTÍCIAS
Paraguai prevê reabertura de lojas da fronteira em setembro
Ministro de Relações Exteriores diz que conversa está avançada com governo brasileiro