Menu
Busca sábado, 19 de setembro de 2020

Papa pede aos católicos que participem da construção do bem comum

09 outubro 2011 - 21h00Por EFE
O papa Bento XVI pediu ontem aos católicos que contribuam com seus conhecimentos e sua responsabilidade na construção do bem comum, durante a tradicional reza do Ângelus dominical.

Bento XVI, que neste domingo viajou pela primeira vez em seu Pontificado à região da Calábria, ao sul da Itália, fez este chamado diante de mais dos 40 mil fiéis reunidos em uma esplanada na localidade de Lamezia Terme, um dos dois municípios que o papa visitará neste dia.

Bento XVI, como já fez na homilia da missa que precedeu a reza do Ângelus, referiu-se aos graves problemas sociais que afetam à região da Calábria, uma das economias mais frágeis da Itália, alto nível de desemprego e a forte presença da máfia em todo território.

O papa pediu 'aos fiéis não ceder à tentação do pessimismo e de fechar-se dentro de si mesmo', nesta região castigada por problemas sociais tão complexos como a máfia e o desemprego.

Após Lamezia Terme, o papa vai de helicóptero ao município de Serra San Bruno, onde será recebido pela população e depois faz uma visita ao mosteiro da localidade, onde conversa com os monges cartuxos.

Os cartuxos são membros da ordem contemplativa fundada por São Bruno em 1084, vivem e trabalham sozinhos e em silêncio a maior parte do dia e só se reúnem em comunidade para rezar.

Esta é a primeira viagem de Bento XVI à Calábria. A última passagem de um papa pela região foi há 23 anos de seu antecessor, o João Paulo II.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE
Inscrições para 1520 vagas em cursos técnicos começam na segunda-feira
MAUS TRATOS
Idosa de 71 anos mantinha cachorros amarrados, doentes e com pouco alimento
INTERNET
Homem persegue a ex pela internet, faz live sobre ela e vai preso quando tentava se esconder em buraco
ECONOMIA
Ipea: taxa de desocupação cresce porque pessoas estão buscando emprego