Menu
Busca sábado, 05 de dezembro de 2020

Hoje é o último dia de pesca liberada em rios de Mato Grosso do Sul.

A partir de sábado (5) quem for flagrado pescando será multado e preso.

05 novembro 2011 - 07h10
G1 MS

A partir da meia-noite de sexta-feira (4), a pesca estará proibida em todos os rios de Mato Grosso do Sul por causa da piracema, período de reprodução de peixes. Quem for flagrado pescando, além de pagar multa, poderá ser preso por crime ambiental.

Em pesqueiros às margens do rio Aquidauana o movimento de pescadores ainda era intenso nesta sexta-feira (4). Carlos Sato, dono de uma pousada a 110 km de Campo Grande, disse que pelo menos 100 pessoas ainda tentavam a sorte de fisgar um exemplar nas últimas horas antes do fechamento.

Para impedir a pesca ilegal, a Polícia Militar Ambiental (PMA) já mapeou os pontos mais vulneráveis, principalmente cachoeiras e nascentes de rios. “Vamos manter vigilância 24 horas nesses locais para que não haja pesca predatória”, explicou o comandante da PMA, Carlos Matoso. Ele disse ainda que a partir de sábado (5) os policiais já estarão autuando os pescadores que forem encontrados em rios ou transportando de forma irregular o pescado.

legislação

De acordo com a resolução sobre a período de defeso (reprodução de peixes), a proibição da pesca em Mato Grosso do Sul abrange todos os rios das bacias hidrográficas dos rios Paraguai e Paraná, incluindo lagos, canais, lagoas, banhados e alagados.

Estão liberadas apenas a pesca de caráter científico (com autorização prévia de órgãos ambientais), a despesca e a pesca de subsistência, que é a modalidade exercida pelo pescador artesanal ou população ribeirinha para fins de consumo. A cota é de três quilos diários.

Para transportar ou beneficiar pescado durante a piracema, o interessado deve comprovar a origem da mercadoria. A proibição vai até 28 de fevereiro.

Operação Piracema

A PMA inicia no sábado (5) em todos os rios do estado a Operação Piracema 2011-2012. Na calha do rio Paraná, a Piracema teve início em 1º de novembro. O objetivo da fiscalização é evitar que pescadores depredem os rios durante a piracema.

Deixe seu Comentário

Leia Também

INTERNACIONAL
Rússia começa a vacinar principais grupos de risco contra covid-19
BONITO
PMA resgata jabuti com casco dilacerado por atropelamento, periquito ferido e gambá em pousada
LIBERDADE ECONÔMICA
Projeto enviado à Assembleia garante segurança jurídica e inovação aos empresário
NOTÍCIAS
Enap lança curso de formação para novos prefeitos
São 500 vagas, e as inscrições ficam abertas até 3 de janeiro